Política

TRE-CE cassa chapa de vereadores do PDT da cidade Nova Russas por fraude nas candidaturas de mulheres

Na decisão, o vereador Diego Rocha Diogo e as suplentes ao cargo de parlamentar foram cassados e ficarão inelegíveis por 8 anos.

Foto: TRE-Ceará

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) cassou mais uma chapa de vereadores nesta sexta-feira (14). A Corte decidiu por unanimidade impugnar a chapa de parlamentares registrada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) do município de Nova Russas por fraude à cota de gênero nas eleições de 2020. 

A determinação de cassação atinge as suplentes:Cynthia Lopes Chaves Rosa, Lina Vanessa Diogo Nunes e Tamyres Rocha Diogo e o Diego Rocha Diogo vereador eleito e em exercício do mandato. A determinação declarou inelegíveis, no prazo de 8 anos, as suplentes ao cargo de vereadora e o parlamentar eleito por participação e anuência com a prática ilícita.

“O que se percebe é que houve uma simulação de candidatura para ludibriar a Justiça Eleitoral e permitir o lançamento de candidatos do sexo masculino. Dissimular uma solicitação de votos e a distribuição de santinhos não torna verdadeira uma candidatura fictícia.”, destacou o relator, juiz George Marmelstein.

George Marmelstein apresentou a acusação de fraude nas despesas da campanha política. “as notas fiscais apresentadas como comprovação de despesas de campanha são todas de igual valor, emitidas na mesma data, pelo mesmo fornecedor e com data posterior às eleições, o que reforça a tese de fraude”.

É a segunda decisão desta natureza referente ao último pleito municipal tomada pelo TRE-CE. No dia 5 de maio de 2021, o Pleno do Tribunal manteve a cassação dos diplomas dos eleitos e suplentes ao cargo de vereador registrados pela Comissão Provisória do Partido Social Democrático (PSD) do município de Croatá também por fraude quanto às candidaturas femininas.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS