Política

Tasso admite pela primeira vez que não disputará reeleição ao Senado nas eleições de 2022

O parlamentar cearense cumpre o segundo mandato como senador após ser três vezes governador do Ceará

Foto: Divulgação

O senador cearense Tasso Jereissati (PSDB) admitiu pela primeira vez, nesta terça-feira (14), que não tem pretensão de disputar a reeleição ao Senado nas eleições de 2022. O tucano disse à coluna do jornalista Igor Gadelha do portal Metrópoles que não irá disputar. “Estou com 72 anos, quero ficar com minha família, com meus netos. Tem uma hora que a gente tem que parar”.

O parlamentar cearense é cotado para as prévias, em novembro, do PSDB para decidir o candidato da sigla para a Presidência da República. Ao jornalista, Tasso disse que está em tratativas com caciques tucanos e pretende anunciar nas próximas semanas se irá concorrer.

Em disputa nas prévias com Tasso, estão os governadores de São Paulo, João Doria e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que seria quem o senador daria o apoio, segundo a coluna.

Após três mandatos como governador do Ceará, nas eleições de 2002, Tasso foi eleito pela primeira vez como senador com mais de 1,9 milhão de votos. No pleito geral de 2010 tentou se reeleger, mas não foi eleito. Já em 2014 foi eleito parlamentar do Senado com 2.314.796 votos, sendo apontado como um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS