Política

Raimundo Matos será vice de Capitão Wagner; Kamila Cardoso disputa Senado

As candidaturas da chapa estão sendo oficializadas em evento realizado na manhã desta sexta (05)

O União Brasil realizou sua convenção, na manhã desta sexta-feira (5) e oficializou a candidatura de Capitão Wagner ao Governo do Ceará. No evento, que começou às 9 horas, foi anunciada a composição da chapa majoritária, que terá Raimundo Gomes de Matos na vice e Kamila Cardoso para o Senado.

O deputado estadual, Gelson Ferraz (Republicanos), foi escolhido para ser o suplente na candidatura ao Senado. Sete partidos compõem a aliança que apoioará o nome de Capitão Wagner ao Governo – UB, PL, Pros, Podemos, Republicanos, Avante e PTB.

Estiveram no evento lideranças do grupo político, como Roberto Pessoa, Gaudêncio Lucena, Lúcio Alcântara, Carlos Matos, Ronaldo Martins, Danilo Forte, Moses Rodrigues e Acilon Gonçalves

Capitão Wagner se emocionou durante seu discurso, com o apoio da militância que lotou o local o ginásio da Unifametro, no Centro de Fortaleza. “Hoje será dada a largada para a vitória do povo do Ceará”, afirmou.

O ex-governador Lúcio Alcântara esteve no evento e demostrou seu apoio ao candidato.  “Conheço seu caráter, formação e seu potencial. Está apto e está capacitado para mudar esse clima que vem reinando no Ceará nos últimos anos”, afirmou o ex-gestor. Alcântara disse, também, que Capitão Wagner entrou na política por suas mãos.

Já o prefeito de Eusébio e presidente do PL-CE, Acilon Gonçalves,  ressaltou em seu discurso o processo de construção da candidatura. “Desde o dia 2 de abril se constrói essa união. Estamos sacramentando, hoje, essa grande coligação com sete partidos. Olhe que foi sem querer que um número bíblico uniu esse grupo”, disse o prefeito.

Propostas

Capitão Wagner fez críticas recorrentes ao grupo governista, a quem denominou “o lado de lá”. “Eles dizem que romperam, mas os dois partidos [PT e PDT] continuam na gestão da Prefeitura e do Governo. Que rompimento é esse?”, indagou à militância.

O candidato citou propostas, principalmente, ligadas à área da Segurança Pública, melhorias no sistema de Saúde e redução de impostos para a população. Capitão Wagner foi ovacionado quando afirmou que, caso eleito, dispensará o pagamento do IPVA de motocicletas de até 170 clindradas.

O capitão também declarou que sua grande parceira na campanha será a igreja. “Ache ruim quem achar, critique quem quiser criticar. Nossa grande parceira será a igreja. Padres e pastores serão tratados com respeito e carinho”, pontuou.

Em sua fala aos apoiadores, o capitão pediu para que fosse mantido o respeito ao Poder Judiciário, ao Ministério Público, à imprensa e aos adversários.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS