Política

Projeto para pagar 50% do salário mínimo de novos empregados é aprovado na Assembleia Legislativa

O total de beneficiários será de 20 mil com a metade do salário mínimo pago por 6 meses.

Foto: Reprodução/AL-CE

A Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) aprovou, nesta quinta-feira (15), o projeto do Executivo de subsidiar 20 mil novos empregos com pagamento da metade do salário mínimo dos novos contratados pelas empresas beneficiadas durante o período de seis meses.

Segundo o governador Camilo Santana (PT) em anúncio da medida no último dia (13), a ação servirá para impulsionar a economia neste contexto de retomada gradual das atividades. “Vamos subsidiar as empresas, prioritariamente dos setores mais afetados da pandemia, que são os de comércio e serviços, de restaurantes, bares, eventos […] O Estado vai pagar 50% do salário mínimo para a empresa que contratar novos empregados”, destacou o chefe do Executivo Estadual

De acordo com o texto, caberá à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet) organizar o benefício para recebimento das pessoas que constarem, até a sanção do governador, no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A empresa que aderir ao Programa Mais Emprego Ceará depois dos 180 dias de pagamento mensal do Benefício de Estímulo à Geração de Emprego e à Promoção da Renda aos novos trabalhadores, terão que manter os empregados por até mais 90 dias. O limite de beneficiários por companhia é de 100 pessoas.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS