Política

Posse de diretoria do Sindicato dos Servidores de Fortaleza é suspensa pela Justiça

Chapa derrotada no pleito reclama de irregularidades nas eleições ocorridas em janeiro

Aflaudísio Dantas
aflaudisio@ootimista.com.br

Uma decisão proferida pela Justiça invalida a vitória da Chapa 1 (Experiência e Renovação) para o Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), ocorrida em janeiro de 2021. A chapa vencedora deveria comandar a entidade no quadriênio 2021/2025.

A decisão foi deferida em caráter liminar e até que seja julgada em definitivo, uma chapa eleita em quadriênio anterior a 2016 ocupará a direção do sindicato. A ação é movida pela  Chapa 2 (Vamos Mudar), derrotada no último pleito.

A chapa derrotada aponta que houve uma série de irregularidades na eleição. A principal acusação é que a comissão eleitoral que mediou o pleito agiu de forma parcial. A Chapa 1 também é acusada de controlar a comissão eleitoral para mudar locais de votação às vésperas do pleito e utilizar recursos do sindicato para financiar propaganda política.

O Sindicato afirma que a eleição foi regular. Como prova, a direção diz que representantes das duas chapas assinaram a ata de apuração das eleições.

O Sindifort precisa cumprir a determinação judicial de imediato. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 5 mil.

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS