Política

Federação de PT-PV-PCdoB terá direção com 30% de mulheres e cotas étnicas

Presidente do PT, Gleisi Hoffmann,: reproduzir legislação / Agência Senado

O estatuto da federação que será formada entre PT, PV e PCdoB prevê que 30% das vagas da coordenação da união de partidos serão ocupadas por mulheres.

Outros 20% serão reservados a cotas étnico-raciais. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, explica que a ideia foi reproduzir o que está definido em lei em relação a candidaturas.

O diretório nacional do PT aprovou a federação com as siglas na última quarta-feira (13) em reunião em São Paulo. Na ocasião, também foi ratificada a indicação do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) como vice na chapa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Foram discutidas ainda a proposta de estatuto e a carta programa da federação que serão levadas ao debate com as legendas. O PT irá propor a revogação da reforma trabalhista, embora Lula reconheça entraves para a iniciativa. (Fábio Zanini, da Folhapress)

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS