Jornal Impresso

Ciro processa Fernando Holiday por injúria racial

Ciro Gomes (PDT) está processando o vereador paulistano Fernando Holiday (Patriota) por causa de um vídeo em que é chamado de “coronel” pelo membro do MBL. O ex-presidenciável pede R$ 50 mil referentes a danos morais.

Em janeiro, Holiday publicou em suas redes sociais um vídeo com o título “Hilux penhorada: e agora Ciro Gomes?”, no qual fazia referência à penhora do veículo pertencente a Ciro em processo judicial. Segundo os representantes de Ciro no processo, Holiday teria debochado do pedetista ao chamá-lo de “coronelista”, em “claro preconceito com suas raízes nordestinas”.

Diz Holiday no vídeo: “E Ciro Gomes, claro, por ser um coronelista, por ter uma influência muito grande no interior do país, especialmente no Ceará, ele acabava, de uma forma ou de outra, se livrando dos processos”.

Xenofobia

No processo, os representantes de Ciro afirmam que há a tentativa de ofender Ciro em razão de suas origens nordestinas e, assim, Holiday estaria incorrendo em xenofobia e injúria racial. Eles listam outras ocasiões em que o vereador chamou Ciro de coronel.

Holiday diz à reportagem que se referiu a Ciro como coronel “por conta de seu perfil autoritário amplamente conhecido do público, nada tem a ver com suas origens nordestinas. Até mesmo porque minha familia inteira tem essas origens. Ciro tanto sabe disso que já usou o mesmo termo pra criticar outros políticos pelo país.” (Folhapress)

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS