Política

Bolsonaro diz que pessoas vacinadas não serão obrigadas a usar máscara

Presidente fez anúncio na tarde desta quinta-feira (10) em Brasília

Aflaudísio  Dantas
aflaudisio@ootimista.com.br

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou na tarde desta quinta-feira (10) que ordenou ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a edição de uma portaria que desobrigue pessoas vacinadas de usar máscaras  de proteção. A medida será estendida para pessoas  que já se infectaram com covid-19 e se recuperaram.

“Acabei de conversar com um tal de Queiroga, não sei se vocês sabem quem é, e ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que foram vacinados ou que já foram contaminados. Para tirar esse símbolo, que obviamente tem a sua utilidade para quem está infectado”, disse Bolsonaro em evento em Brasília.

A medida vai na contramão do que prega as principais autoridades sanitárias em todo o mundo.  Países como Israel e Estados Unidos até desobrigaram o uso do acessório, mas nesses locais a imunização da população está muito mais avançada do que no Brasil. Quase 60% dos norte-americanos estão imunizados com as doses, enquanto esse percentual em Israel é de 42,15%. No Brasil somente 11% da população está imunizada.

Caso seja publicada, a medida vai contra o que defende Marcelo Queiroga, que desde assumiu o cargo defende o uso de máscara e distanciamento social. Em abril, o próprio presidente autorizou campanha publicitária encampada pelo Palácio do Planalto para o uso do acessório para combater o contágio pelo novo coronavírus.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS