Panorama

Setembro dourado e o mês de conscientização do câncer infantojuvenil

helaineoliveira@ootimista.com.br

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer – INCA, o câncer infantil representa a primeira causa de morte em crianças e adolescentes de 1 a 19 anos. Portanto, o diagnóstico precoce da doença é de extrema importância, pois aumenta as chances de cura em até 70%, conforme afirma a pediatra Vanuza Chagas. “O diagnóstico é difícil, pois ele pode se confundir com doenças comuns na infância como viroses, por exemplo”, comenta.
A profissional chama atenção para o surgimento de nódulos sem explicação e hematomas fora de áreas onde a criança pode levar pancada, por exemplo, como no abdômen. “Cansaço, palidez, perda de peso excessiva e febres prolongadas sem causa justificada podem ser sinais de alerta e é essencial que os pais levem a criança ao médico para que seja esclarecido esse diagnóstico”.
Segundo o oncologista clínico Rafael Cruz, no que diferencia dos canceres dos adultos, nas crianças e adolescentes, a neoplasia geralmente afeta as células do sistema sanguíneo, o sistema nervoso e os tecidos de sustentação. Os mais comuns são: as leucemias, que representam o maior percentual de incidência (26%), seguida dos linfomas (14%) e tumores do sistema nervoso central (SNC).

Atendimento psicológico gratuito para família

A Universidade de Fortaleza disponibiliza, a partir deste mês, Plantão Psicológico voltado para casais e famílias que estejam vivenciando conflitos e crises. Os atendimentos ocorrerão no Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI), às sextas-feiras pela manhã, e em dois momentos: de 8h às 9h30min e de 9h30min às 11h10min. Inscrições podem ser feitas aqui.
Mais informações nos telefones (85) 3477-3643 e 3477-3644 ou no email (namispa@unifor.br).

Autismo e o Judiciário
O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), por meio da Seção de Capacitação (Secap) do Fórum Clóvis Beviláqua (FCB), está com inscrições abertas para a mesa-redonda “Compreendendo o Transtorno do Espectro Autista (TEA) e seus reflexos no Judiciário”, que acontece no dia 9 de outubro, das 14h às 16h. O evento é gratuito e terá transmissão pela plataforma Webex. A mesa-redonda terá limite de 100 participantes e será conduzida pela advogada Janielle Fernandes Severo e pelo médico neuropediatra Sávio Caldas. Inscreva-se aqui.

Música e café
A The Coffee, cafeteria que chegou em Fortaleza no mês passado, terá música ao vivo aos sábados, de 16h às 18h. A programação contará com artistas locais. Localizado no bairro Aldeota, a The Coffee funciona de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 19h30; sábado de 8h às 19h; e domingo de 13h às 19h.

Saúde não tem cor
A Cooperativa de Atendimento Pré e Hospitalar (COAPH Saúde) lançou uma campanha com outdoors espalhados pela cidade de Fortaleza neste mês de setembro. Frases como “Saúde não tem cor, tem amor” fazem parte da ação que tem como principal objetivo o combate ao racismo.

Meia tonelada de amor

A Hot Box doou ao Cirque Amar (que retoma as atividades hoje, após quase seis meses parado) meia tonelada de alimentos que foram arrecadados através da campanha “Somando quilinhos de amor: o seu pouquinho com o meu pouquinho num montão de solidariedade”. Durante a ação, os clientes foram convidados doar qualquer quantidade de alimento não perecível e a Hot Box dobrou a quantidade arrecadada. “Quando eu vi a ação do Cirque Amar em que eles dividem com seus irmãos circenses os donativos que recebem, percebi que o amor não está só no nome do circo e naquele momento decidi que seriam eles os apadrinhados da nossa campanha de agosto”, disse Diohene Lourenço, proprietário da Hot Box.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS