Panorama

Pesquisa mostra que intolerância de gênero é maior entre evangélicos que entre católicos e espíritas

Estudo Datafolha diz que 67% dos entrevistados da religião evangélica se opõem à veiculação de propagandas de TV com casais homoafetivos. Entre católicos, percentual cai para 50%. No caso de espíritas, número fica em 40%

Redação O Otimista
redacao@ootimista.com.br

Foto: Divulgação

Pesquisa Datafolha realizada entre os dias 13 e 16 deste mês com pessoas a partir de 16 anos, de 191 cidades brasileiras, aponta que católicos e espíritas são menos intolerantes à liberdade de gênero que evangélicos. O estudo aponta que 67% dos entrevistados da religião evangélica se opõem à veiculação de propagandas de TV com casais homoafetivos. Entre católicos, o percentual cai para 50%. No caso de espíritas, o número fica em 40%.

A intolerância tem também a concordância de quase 3 em cada 4 (74%) eleitores do presidente Jair Bolsonaro (PL), político com forte apoio do segmento evangélico e com um histórico de frases homofóbicas em sua trajetória de quase 30 anos no cenário da política nacional. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou para menos.

Ainda conforme o levantamento, 51% da população diz concordar totalmente ou em parte que “comerciais com casais homossexuais devem ser proibidos para proteger as crianças”. Afirmam discordar totalmente ou em parte do ponto de vista 45% dos entrevistados. No total, 2% declaram não saber. A concordância é maior entre homens (55%) e os menos escolarizados (57%) que entre mulheres (48%) e aqueles com Ensino Superior completo (39%).

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS