Jornal Impresso

Pandemia, corrupção, aproveitadores e a lenta fila até a cabine de votação

Fortemente impactada pela pandemia de covid-19, a atual geração tem um encontro marcado com seu representante do poder público. Com o título de eleitor na mão, a maioria vai querer saber onde estava, o que fez ou deixou de fazer seu representante, quando a Cidade agonizava, com milhares de famílias contando seus mortos. Isso serve para todos. Cada um receberá o seu quinhão deste latifúndio. O noticiário nacional dá conta de que pelo menos dez estados – e centenas de municípios -, entraram na mira da Polícia Federal, polícias estaduais e órgãos de fiscalização e controle. Os desvios de dinheiro já estariam rodando a casa de R$ 1,5 bilhão. Por outro lado, estaria havendo muita politicagem, denúncias vazias e aproveitadores, que começam a montar palanques sobre pilhas de cadáveres. O fato é que a pandemia do novo coronavírus não alterou somente o calendário eleitoral de 2020. As filas de eleitores, até a cabine de votação, serão organizadas sob protocolos de distanciamento social. Seguirão, lentamente, com tempo suficiente para que cada eleitor e eleitora pense bem em quem merecerá seu voto.

O PT e suas circunstâncias
A história é filha de seu tempo e a política, das circunstâncias do momento. Salvo um fenômeno ainda não detectado pelos radares da política local, os PTs de Luizianne Lins e Camilo Santana vão para a queda de braço. A ex-prefeita tem projeto de voltar ao Paço. O governador tem planos de ajudar os aliados ciristas a manter-se lá. Sob outras variáveis, a disputa não seria inédita. Em 2004, contra tudo e todos, Luizianne foi candidata e eleita prefeita. Dois anos depois (2006), o mesmo PT, controlado pela hoje deputada federal, subiria no palanque dos FGs, ajudando a eleger Cid Gomes governador.

A vez do webinário
Aqui já foi dito, com base em estudos de tendência de comportamento, que a pandemia de Covid-19 consolidou, em poucos meses, o que seria vivido, naturalmente, em cinco anos. Home office, delivery, lives e votações remotas que o digam. A Prefeitura de Fortaleza dará mais um passo nessa direção, através de plataforma interativa digital, conhecida como webinário, para discutir o Plano Diretor Participativo da Capital. Acontecerão sempre às quartas-feiras. Estão programados seis encontros, com abordagens diversas. O primeiro, focado em desenvolvimento urbano, acontece hoje, 24.

Barrados d´além mar
O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal mostra que aumentou em 37,4% o número de brasileiros barrados no país d´além mar. O índice representa 3.965 brasileiros impedidos de entrar no país europeu. Um recorde em relação a 2018. Falta de documento para comprovação de viagem por motivos turísticos seria a causa principal dos vetos. Não é para menos. Portugal se transformou, nos últimos anos, numa espécie de segundo lar para milhares de brasileiros. O fenômeno vem desde 2014, quando, diante da deterioração da situação social e econômica do Brasil, muitos viram o aeroporto como principal saída.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS