Panorama

MPCE deflagra operação para desarticular organização formada por agentes públicos

Redação O Otimista
redacao@ootimista.com.br

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GAECO), deflagrou hoje (16) pela manhã a Operação Gênesis, que objetiva desarticular a ação de integrantes de organização criminosa formada, em sua maioria, por agentes e ex-agentes da Segurança Pública do Estado do Ceará, de acordo com o MPCE.

Os alvos são suspeitos de crimes de extorsão, comércio ilegal de arma de fogo, entre outros. A operação conta com o apoio da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social; do Departamento Técnico Operacional (DTO) da Polícia Civil; Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD); Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e do Comando da Polícia Militar.

Início em 2016
A Operação Gênesis, conforme nota do MPCE enviada à imprensa, tem como intuito cumprir 17 mandados de prisão e 17 mandados de busca e apreensão na Capital e em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Com início de operacionalização interna ainda no final de 2016, a ação, durante investigação, identificou o envolvimento de traficantes com policiais. Ainda de acordo com o MPCE, entre os alvos – que tinham acesso ao sistema de informações da Polícia para selecionar as pessoas a serem “atacadas” e planejar as ações – estão nove policiais militares da ativa, três policiais civis da ativa, e cinco civis. Os mandados foram expedidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas e pela Vara da Auditoria Militar do Estado do Ceará.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS