Panorama

Iniciando novo ciclo, Arce irá fiscalizar qualidade da água em 14 localidades cearenses

Os trabalhos de vistoria estão ocorrendo de forma indireta por conta da pandemia. Serão avaliados sistemas de abastecimento nos municípios de Capistrano, Itapiúna, Paramoti e Tianguá

Redação O Otimista

redacao@ootimista.com.br

(Foto: Thiara Montefusco/Ascom Casa Civil)

A Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) inicia um novo ciclo de fiscalizações nos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Estado. O objetivo é inspecionar a qualidade do serviço realizado pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Ao todo, 14 localidades serão vistoriadas.

De acordo com cronograma, técnicos fiscalizam os sistemas de abastecimento de água dos municípios de Capistrano e Itapiúna (sede e localidades de Barra Nova, Bico da Arara, Caio Prado, Itans e Palmatória). As cidades de Paramoti e Tianguá (sede e localidades de Canastra, Caruataí, Pindoguaba, Sítio São José e Valparaíso) também passam pelo crivo dos analistas dos sistemas de esgotamento sanitário.

Em virtude do cenário de pandemia, os trabalhos acontecem de forma indireta, no qual os técnicos da coordenadoria de saneamento básico da Agência Cearense solicitam, por todo o mês de abril, documentações específicas para cada sistema de abastecimento.

Em casos de não conformidade na prestação dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, a Arce pode gerar determinação, recomendação e multa. Antes da conclusão dos trabalhos, seis componentes são criteriosamente levados em conta e servem de base para o trabalho dos fiscais: Provisão dos Serviços; Gestão Comercial e Faturamento; Relacionamento com os Usuários; Proteção Ambiental; Qualidade da Água; e Gestão de Emergências e Contingências.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS