Panorama

Hospital da Mulher realiza mutirão para cirurgias eletivas neste sábado (14)

Ideia da ação é identificar quem precisa de intervenção cirúrgica eletiva de imediato após paralisação de quase dois anos por conta da pandemia de covid-19

Aflaudísio Dantas
aflaudisio@ootimista.com.br

Foto: Divulgação Prefeitura de Fortaleza

O sábado foi de mutirão preparatório de cirurgias eletivas no Hospital da Mulher. A ação é da Prefeitura de Fortaleza que fez exames pré-operatórios no Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns, como é chamado oficialmente a unidade de saúde. Essa é a primeira fase do circuito operatório da rede municipal de saúde da Capital que começa com cirurgias ginecológicas de paciente que não têm demanda por operações emergenciais.

Nesse primeiro momento 110 mulheres foram atendidas, onde passaram por consulta médica e iniciaram procedimentos que precedem a cirurgia. As intervenções serão feitas no dia 28 de maio.

O prefeito José Sarto Nogueira (PDT), que acompanhou os procedimentos, afirma que o momento é importante para entender as necessidades das pessoas que precisam da rede pública de saúde. “A retomada das cirurgias eletivas acontece por etapas. A primeira era saber exatamente qual era a demanda que ficou reprimida ao longo desses dois anos da pandemia da Covid-19. A segunda, qualificar a fila, saber se a paciente já foi operada, e terceira, fazer o chamamento para a consulta ambulatorial e os exames pré-operatórios. Queremos que esse mutirão estabeleça o fluxo normal de pacientes cirúrgicos pré-pandêmicos”, diz.

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS