Panorama

Em 14 anos, educação entre 6º e 9º anos saiu de 17ª para 1ª colocação nacional, diz Ipece

Estado divide atual colocação com São Paulo. Informações constam em documento da instituição baseado em dados do Ideb. Entre 2005 e 2019, ainda conforme o Ipece, quantidade de escolas passou de 1025 para 2012 no território estadual

Redação O Otimista
redacao@ootimista.com.br

Destaque consecutivo em levantamentos nacionais na seara da educação, o Ceará, segundo estudo do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), foi o primeiro colocado nas séries finais (6º ao 9º ano) do Ensino Fundamental público no Brasil em 2019.

Em 2017, a posição ocupada era a 3ª e, em 2005, a 17ª. O Estado divide a colocação com São Paulo. As informações constam no documento Evolução do Ceará no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): uma análise para o ensino fundamental, publicado esta semana pela instituição. Nos anos iniciais da mesma etapa (1º ao 5º ano), o Ceará ocupa a 3ª colocação.

Neste semestre, foi anunciado que o Estado figura como primeiro do País no ranking entre as 100 escolas melhores ranqueadas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ensino Fundamental da rede pública, conforme estudo relacionado a 2019 do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos Anísio Teixeira (Inep). O Ceará tem o maior número de municípios que, no ano passado, atingiram as metas projetadas, segundo índices oficiais (98,9% nos anos iniciais e 83,7% nos anos finais do Ensino Fundamental) e ocupava a 18ª colocação para a fase entre 1º e 5º anos públicos entre todos os estados, em 2005.

Aumento da média
Segundo o Ipece, das 1.025 escolas que tiveram seus Idebs divulgados em 2005, 96,9% tinham notas iguais ou inferiores a 3,9 e 0,2% com notas superiores a 5 (duas escolas). Em 2019, quando o número de escolas passou a ser de 2.012, 59,2% atingiram notas iguais ou superiores a 5,0 e 14,7% tiveram notas iguais ou superiores a 6,0. De acordo com o analista de Políticas Públicas da instituição, Cleyber de Medeiros, a mudança chama atenção para o fato do Ceará ser o primeiro Estado do Brasil com maior número de escolas entre as 100 melhores: 79 ao todo.

mais
Além de Fortaleza, outras cidades figuram com as melhores notas entre 6º e 9º anos: Sobral, Cruz, Quixeramobim, Itatira, Granja, Pedra Branca, Forquilha, Independência, Milhã, Ararendá, Barroquinha, Deputado Irapuan Pinheiro, Ipaporanga, Jijoca de Jericoacoara, Novo Oriente, Pires Ferreira, Tamboril, Brejo Santo, Catunda, Crateús, Ibiapina, Martinópole, Mucambo, Pentecoste, Reriutaba, Ubajara, Uruoca e Varjota.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS