Panorama

Argentina registra terremoto de magnitude 6.8 perto da cidade de San Juan

O governador aconselhou os argentinos a manterem a calma após o terremoto e pediu que entrassem em contato com os serviços de emergência caso precisassem de ajuda

(Foto: Reprodução)

Um terremoto de magnitude 6.8 atingiu o centro-oeste da Argentina na noite desta segunda-feira (18), seguido por pelo menos cinco tremores secundários que sacudiram prédios, derrubaram produtos das prateleiras em supermercados e deixaram povoados sem energia elétrica. Não houve relatos de mortes ou feridos.

De acordo com o Centro Alemão de Pesquisa de Geociências, o terremoto foi registrado a 10 km de profundidade, com epicentro 40 km ao sul da província de San Juan, próximo da fronteira com o Chile. Já os tremores secundários tiveram magnitude entre 3.5 e 5, segundo dados do Centro Sismológico Europeu Mediterrâneo (EMSC), e foram sentidos em outras regiões do país, como nas províncias de Mendoza, Santa Fé, La Rioja e Córdoba, e na capital, Buenos Aires.

Imagens publicadas nas redes sociais mostraram muitas casas e prédios tremendo, e a atividade sísmica deixando rachaduras nas estradas. O governador de San Juan, Sergio Uñac, aconselhou os argentinos a manterem a calma após o terremoto e pediu que entrassem em contato com os serviços de emergência caso precisassem de ajuda.

“Vamos colocar em prática todas as medidas que aprendemos para prevenir acidentes, enquanto nos comprometemos a conhecer o impacto [do terremoto] para colaborar em tudo o que for necessário”, escreveu Uñac, em uma publicação no Twitter.

O governador também pediu que a população se informe por meio dos sites oficiais de sua administração ou pela mídia tradicional. Segundo um comunicado de Uñac, “mensagens e áudios de procedência duvidosa” estariam provocando mais “angústia e confusão” aos argentinos. (Folhapress)

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS