Covid-19

128 municípios do Ceará aderem a consórcio para compra de vacinas contra covid-19

Movimento é visto como forma de pressionar governo federal por mais imunizantes

Aflaudísio Dantas
aflaudisio@ootimista.com.br

Vacina (Reuters)

Consórcio público formado por municípios brasileiros conseguiu a adesão de 128 municípios cearenses para a compra de vacinas contra a covid-19. Após essa adesão, quase 70% do Ceará embarcou na empreitada que busca garantir imunizantes, caso o Ministério da Saúde não seja capaz de suprir a demanda.

A ideia é da  Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que conseguiu arregimentar, já contando os cearenses, 1.703 prefeituras de todo o País. Os maiores municípios do Ceará, Fortaleza, Caucaia e Juazeiro do Norte, aderiram ao movimento.

A inscrição podia ser feita até o meio-dia desta sexta-feira (5). Um dos propósitos é ampliar a pressão sobre o governo federal, que tem sido conservador no que diz respeito a aquisição de vacinas.

Os municípios que aderiram à iniciativa precisam aprovar projeto de lei autorizando a adesão por parte do poder legislativo. Aquisição de um CNPJ, escolha da diretoria, aprovação e sanção de projetos.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS