Opinião

Sarto sacode a gestão na área social – Roberto Moreira

Defesa Civil está atendendo a todas as comunidades (Foto:PMF/ Divulgação)

O prefeito José Sarto justifica seu lugar no comando da Capital cearense ao atender demandas que pautou na sua campanha eleitoral. O prefeito de Fortaleza está ampliando o campo social, abraçando toda a periferia e comunidades com famílias vulneráveis, em bairros de classe média alta, como a Aldeota. O cinturão de proteção aos mais necessitados está concluído e todos recebendo apoio do município.

Sarto disparou uma ação forte, para inibir, ao máximo, os efeitos da chuva. Mobilizou as 12 regionais e a Defesa Civil. Nenhuma comunidade deixará de ser atendida. Nos últimos anos, a Prefeitura realizou saneamento básico em 28 bairros, reduzindo alagamentos em pontos críticos. Sarto está concluindo obras que evitam transtornos em vários bairros.

Em projeto inédito, o prefeito de Fortaleza, está enviando 100 jovens que lideram ações solidárias em várias áreas da cidade, para um intercâmbio, onde vão conhecer o trabalho de outros jovens em importantes cidades brasileiras com perfis parecidos com o de Fortaleza. Será um grande aprendizado. Os 100 jovens terão passagens, hospedagem, transporte e ajuda em dinheiro de R$ 1.600. Uma boa dose de apoio e segurança, para não passarem qualquer dificuldade.

A Prefeitura de Fortaleza está garantindo abrigo para todos que moram na rua, com banho, roupa, alimentação e cama. Quem não aceitar, recebe R$ 400 de aluguel social.

O trabalhador não está fora da lista. Além do subsídio ao transporte, o prefeito Sarto está ampliando para 500 km o percurso da ciclovia e ciclofaixa. O trabalhador poderá percorrer toda cidade, usando bicicleta.

Não é fácil administrar uma Capital, onde o dinheiro que entra no caixa não é suficiente para atender todas demandas. Sarto tenta o bom senso para aplicar cada centavo. Fortaleza mudou muito, para melhor.

Fagner longe da política

O cantor e compositor Raimundo Fagner está em isolamento, na bela Praia das Fontes, em Beberibe. Convidado a participar de encontros políticos, tem dito não. O cearense estava em temporada de shows, inclusive no Ceará, mas cancelou tudo. Só volta depois da terceira onda, conforme conselhos dos médicos.

Votando da cadeia

Dois vereadores cearenses estão cumprindo mandatos na prisão: Ronivaldo Maia (PT), por tentativa feminicídio, e Carlos Júnior (Republicanos) por golpe financeiro e estelionato. O caso de Carlos Júnior é mais grave, por ser presidente da Câmara Municipal de Paracuru. Os colegas aguardam decisões da Justiça.

Ciro e Moro disputam o centro

Segundo a pesquisa do IPESP(ex-Ibope), Ciro e Moro aparecem empatados, com 8%, no cenário onde Lula tem 44% e Bolsonaro 24%. O presidente está em queda. Ciro e Moro já são vistos no retrovisor de Bolsonaro. A pré-campanha vai pegar fogo. Com a covid de volta, o palco da briga serão as redes sociais e a mídia institucional.

Política no rádio e TV

O telespectador de TV e o ouvinte de rádio terão de volta as inserções dos partidos políticos. O projeto foi aprovado no Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Bolsonaro. Em março, começam as veiculações de 30 segundos.

Assembleia fechada

O prédio-sede do Legislativo do Estado (Foto: Divulgação/ AL-CE)

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Evandro Leitão, cumpriu expediente, após temporada de estudo no mestrado, em Portugal. A Assembleia estará fechada para o público e servidores com comorbidades. Dia 1º, a Casa retoma as atividades. Leitão participa, nesta sexta-feira, da reunião do Comitê de Combate à Covid-19. No fim de semana, acompanha o governador Camilo durante entrega de obras.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS