Opinião

Plante árvores – seu neto precisa respirar

Por
Cibele Gaspar

Contemplando a Serra de Baturité, numa de suas partes intocadas de Mata Atlântica, onde a beleza da natureza se sobrepõe aos efeitos da mão humana, é impossível não temer que a falta de consciência ambiental impeça nossos netos de usufruir dessa beleza e respirar desse ar puro.

Exagero? Nem tanto. Mais de mil árvores foram desmatadas por minuto na Amazônia Legal em 2021, segundo o painel Plena Mata. Mais de 474,8 milhões de árvores perdidas este ano. Mais de 792 mil hectares ou quase 800 mil campos de futebol. Precisamos de mais fiscalização, de poder de atuação dos órgãos ambientais e principalmente, de uma maior consciência de todos. Não temos o direito, como pessoas ou instituições, de depredar o patrimônio ambiental de nossos filhos e netos.

A ambiência política – perdoem o trocadilho – não é favorável. Mas a política é cíclica. Uma das virtudes da democracia é que a possibilidade de renovação e oxigenação das ideias retorna às nossas mãos a cada quatro anos. Enquanto isso, adotar algumas ações pontuais, mas eficazes, pode fazer a diferença na recupera- ção das perdas ambientais que vimos sofrendo.

Através da ONG COPAÍBA (Socorro-SP) você pode receber de presente um futuro melhor e mais sustentável. A organização gera uma página na Internet para você, e nela seus amigos podem escolher árvores para lhe presentear. As mudas serão plantadas no período adequado e tanto o aniversariante quanto quem presenteou recebem informações sobre o crescimento e desenvolvimento das árvores.

A Prefeitura de Goiânia lançou em 19.11 a maior ação de plantio de árvores da história da cidade. O projeto prevê o plantio simultâneo de 50 mil mudas de árvores nativas do Cerrado, para transformar a Goiânia na cidade mais arborizada do mundo. Essa ação poderia ser replicada no Parque do Cocó, em Fortaleza, que teve 46,2 ha de sua área total atingidos por incêndio presumidamente criminoso, com severos prejuízos à fauna e flora e cobriu de fumaça nossa cidade.

Não se trata de seguir uma onda ou subir o hashtag que viralizou. É considerar, sinceramente, a urgência e gravidade dessas questões e agir, individualmente e em conjunto, para deixar como herança aos nossos filhos e netos um planeta saudável, de natureza exuberante, água limpa e ar puro.

Cibele Gaspar é diretora da Nexxi Assessoria Financeira

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS