Opinião

O próximo governador do Ceará será um político da capital e o sertão poderá indicar o vice ou senador – Roberto Moreira

A sede oficial do Governo do Estado – sonho de consumo da maioria dos políticos cearenses (Foto: Ascom/ GE)

Os nomes estão na mesa para a disputa eleitoral de 2022 para governar o Ceará. Roberto Cláudio, Evandro Leitão, Mauro Filho, Domingos Filho, Wagner, Zé Airton  e Eduardo Girão são os citados para a disputa. Na realidade, nada de novo, são pessoas que atuam na política há muito tempo, alguns com menor e outros com maior intensidade.

Fica evidente ao observar a lista que três nomes se destacam. O ex-prefeito Roberto Cláudio, o senador Eduardo Girão e o deputado Capitão Wagner. O conselheiro do TCE em disponibilidade, Domingos Filho, é citado pelos gestos de exibir força política e pela mídia potencializada no noticiário político. Tem um jargão na política que diz assim: “cavalo selado a gente monta”. Domingos aguarda a oportunidade.

No cenário atual, distante pouco mais de um ano  da maior eleição do país, onde escolheremos o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais, o debate começa a ficar aquecido. A temperatura se elevou por conta das redes sociais, onde se destacam o whatsapp, Instagram e Facebook, ferramentas disponibilizadas democraticamente e de forma gratuita a todos os usuários da internet. Hoje, não precisa muito dinheiro para se obter fama, o impulsionamento nas plataformas virtuais mudou o modo de pensar e de votar de grande parte dos eleitores.

O PDT é o partido no Ceará que tem em seus quadros lideranças que melhor utilizam redes sociais. O resultado é impressionante. O partido abomina as fake News e segue o posicionamento de exigir do seu filiado verdade no que diz e escreve. O senador Cid Gomes é o exemplo da postura do PDT nas redes sociais. Ele é pouco frequente, só utiliza as redes sociais para informar atividades e se posicionar politicamente.

Os pequenos partidos e candidatos com poucos recursos são os mais beneficiados com as redes sociais. Políticos tradicionais cederam lugar no parlamento e até mesmo no poder executivo para candidatos que fizeram campanhas nas redes sociais. O problema da aposta do eleitor foi a decepção. Os vencedores que prometeram tudo, não produziram nada. Esse é risco das redes sociais.

O cenário eleitoral no Ceará está ligada ao que se costuma chamar de eleição nacionalizada, por conta da candidatura de Ciro Gomes e por termos um ex-ministro envolvido, o senador Cid Gomes. Até outubro de 2022 viveremos com a temperatura política se elevando e sendo atenuada. A partir do próximo mês de outubro, os movimentos políticos passam a ser seguidos e julgados pela justiça eleitoral.

Os dois últimos governadores, Cid e Camilo tem bases e origem no interior. Os nomes que se apresentaram até aqui são lideranças de Fortaleza. O sertão poderá brigar para indicar o vice numa chapa majoritária.

CNJ e CNMP tem cearenses apoiados por Cid Gomes

A articulação de Cid Gomes coloca o Ceará em cargos importantes na área jurídica de Brasília.  Filho de Varjota, Antonio Edílio Magalhães Teixeira, Procurador da República, teve seu nome aprovado para o Conselho Nacional do Ministério Público e o advogado cearense de Limoeiro do Norte, Mário Nunes Maia, foi aprovado para ocupar vaga no Conselho Nacional de Justiça, CNJ, mais importante instituição de fiscalização do judiciário brasileiro. Cid foi relator. O desembargador Teodoro Santos foi o orientador de Cid.

Camilo retoma viagens

O governador Camilo Santana está aproveitando o controle provisório da pandemia, por conta da vacinação que reduziu os casos de COVID-19, para retomar viagens. Camilo esteve em 10 municípios em em uma semana. O retorno às ruas está comprovando sua popularidade. Camilo gasta mais tempo atendendo a pedidos de selfies do que entregando obras.

Roberto Cláudio está chegando

O ex-prefeito Roberto Cláudio está de malas prontas para voltar ao Ceará após concluir fase presencial do pós-doutorado. O ex-prefeito vai participar de eventos como palestrantes em várias regiões do Ceará. Sua 1ª palestra será em Senador Pompeu no encontro do CODESSUL, o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Centro Sul. Roberto Cláudio, receberá título de cidadania.

Evandro Leitão comemora estrada  em Itapipoca

Governador Camilo – ao microfone – entregou CE 354 (Foto: Divulgação)

O presidente da Assembleia Legislativa,  deputado Evandro Leitão, tem fortes raízes políticas em Itapipoca. Tem sido um benfeitor para o município. Ao lado do governador Camilo Santana, entregou a duplicação da CE 354 que também contorna a sede de Itapipoca, oferecendo mais tranquilidade aos moradores. A rodovia era uma antiga reivindicação da comunidade.

Sarto

O prefeito José Sarto, colocou Fortaleza no patamar de cidade como primeira opção para o turismo na retomada do setor para a temporada 2021/2022. Os donos de hotéis e pousadas receberam sinal verde para ampliar, em breve, o número de hóspedes. Fortaleza pode voltar a gerar empregos no setor  no mesmo patamar anterior a pandemia.

CPI

O deputado Salmito Filho, PDT, vai promover nesta terça-feira, a primeira reunião da CPI que investiga possíveis  desvios de recursos nas associações de policiais militares. Salmito recebeu sugestão para ir a Brasília conhecer o processo de investigação sigiloso da CPI da COVID-19. Na reunião pretende definir com os membros da CPI algumas normas para fazer funcionar os trabalhos.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS