Opinião

Justiça de olho nas milícias digitais – PC Norões

O ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura a disseminação de notícias falsas e ataques a autoridades na internet, acredita que as investigações em curso da Polícia Federal (PF) podem ajudar no combate às milícias digitais, pela Justiça Eleitoral.

Impedir as fake news é difícil, mas Moraes diz que há como identificar e punir os responsáveis pela prática posteriormente. E a identificação dos transgressores pode servir à Justiça Eleitoral para punir partidos e candidatos cuja ligação com os meliantes seja devidamente confirmada.

“Nosso sistema político-eleitoral acabou permitindo que uma nova forma de atores invisíveis no cenário político, via agora redes sociais, passasse a ter tamanha influência, passasse a ter tamanho poder de divulgação, seja de discurso de ódio, seja de ataques, seja de destruição”, lamenta o ministro.

Politicamente incorreto
Imagine você chamar a capital pernambucana de ‘Recífilis’ numa postagem em rede social? E que tal perguntar se não estaria num ‘circo de horrores’, em legenda de uma foto com um monte de populares? Ou, ainda, afirmar que “a maioria das pessoas só estava viva porque é ilegal atirar contra elas”? Postagens antigas no Facebook da Delegada Patrícia foram recuperadas por adversários da candidata do Podemos à Prefeitura do Recife, para prejudicá-la. Só que a turma do politicamente incorreto aparentemente gostou e Patrícia já apareceu em 3º lugar (16%) na pesquisa Datafolha, empatada tecnicamente com Marília Arraes (PT). A direita tentando se impor em território tradicional da esquerda.

Outubro Rosa
Consciente da importância da prevenção do câncer de mama, reforçada pela campanha Outubro Rosa, a Alfe e a CDL – Fortaleza encamparam a campanha da Associação Nossa Casa para doação de exames de rastreamento. Serão pelo menos cem exames. Com o lema “ Mamografia e Ultrassonografia no Tempo Certo Salvam Vidas”, a iniciativa visa a apoiar as mulheres em estado de vulnerabilidade social com até 40 anos. A partir dessa idade o exame é assegurado pelo SUS. A entrega será hoje (27), às 15 horas, na Associação Nossa Casa, no Álvaro Weyne.

Destino preferido
Com o real em baixa e o dólar nas alturas, o turismo interno será a saída para a maioria dos brasileiros no ano que vem. A boa notícia para nós é que Fortaleza é o destino preferido em 2021, segundo a pesquisa do site Decolar. O Nordeste, aliás, responde por sete dos dez destinos nacionais mais badalados. Além da capital cearense, estão no Top 10 Maceió (2º), Recife (3º), Natal (5º), Salvador (6º), Porto Seguro-BA (7º) e João Pessoa (10º). É torcer para que apareça uma vacina que estanque a pandemia e, assim, o turismo volte a bombar.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS