Opinião

De olho nos votos dos conservadores – PC Norões

O deputado federal Heitor Freire será homologado nesta terça-feira (15) candidato a prefeito de Fortaleza pelo PSL. A convenção será às 14 horas, no Auditório Murilo Aguiar, na Assembleia Legislativa. Um candidato que, embora neófito em campanhas majoritárias, chega em condições interessantes. Em 2018, o PSL, na esteira da campanha vitoriosa de Jair Bolsonaro, elegeu a 2ª maior bancada da Câmara Federal.

Isto representa um bom tempo na propaganda de rádio e TV e, principalmente, uma gorda fatia do fundo eleitoral. Recursos que o partido comandado nacionalmente por Luciano Bivar quer usar para emplacar prefeitos em cidades importantes e bancadas robustas nas câmaras municipais. Freire, portanto, terá uma boa estrutura para brigar pelos votos dos eleitores dos campos conservador e de centro. Ou seja, vai disputar votos com o Capitão Wagner (Pros). O PSL terá ainda 65 candidatos a vereador.

Apoio em parte
Nenhuma surpresa na decisão do PSDB de apoiar a candidatura do PDT, em Fortaleza. Carlos Matos tocou sua pré-candidatura com muita dignidade, mas ele próprio já sabia que dificilmente emplacaria. Prevaleceu a vontade do senador Tasso Jereissati e do presidente do estadual do PSDB, Luís Pontes, em que pese tucanos como Roberto Pessoa, Danilo Forte e Raimundo Gomes de Matos já trabalharem abertamente pela candidatura do Capitão Wagner. Ao oficializar o apoio a José Sarto – e também à reeleição de Ivo Gomes, em Sobral -, Tasso sela definitivamente a reconciliação política com Ciro e Cid Gomes. Se isso significará apoio dos FGs à reeleição do ‘Galeguim’, em 2022, só o tempo dirá.

Documento
Homem de partido que é, Carlos Matos não só acatou a decisão do PSDB como passou às mãos de José Sarto o documento “Fortaleza Tem Pressa”, fruto das conversas dele com lideranças comunitárias, candidatos a vereador, membros da executiva municipal do PSDB e especialistas em diversas áreas de interesse estratégico para a cidade. Na convenção tucana, o ex-senador Luís Pontes justificou a opção por Sarto e Élcio Batista “Estamos apostando nos homens, na ideia, que tem Tasso Jereissati por trás de nós, que tem Roberto Claudio por trás dessa dupla, e, quer queira ou não, fez muito por Fortaleza.”

Firme e forte
Lépido e fagueiro, Mauro Benevides foi a estrela da convenção que homologou a candidatura de seu neto Davi à reeleição para a Prefeitura de Redenção. Do alto de seus bem vividos 90 anos – 60 deles exercendo mandatos nos legislativos de Fortaleza, do Ceará e da República -, o eterno senador subiu no palanque e discursou como nos velhos tempos. Se sentiu em casa, posto ter tido sempre votações consagradoras na região do Maciço do Baturité. Mauro, para quem não sabe, todos os dias dá expediente no escritório político que mantém em Brasília, de onde tem visão privilegiada do Congresso, que ele presidiu no início dos anos 1990.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS