Opinião

Camilo acerta parceria com prefeitos, o que pode livrar o Ceará de 70% dos casos de Covid 19 – Roberto Moreira

O que o governo federal deveria ter feito o governador Camilo Santana fez, no Ceará. Coordena, há um ano, o combate ao Coronavírus em todo o território cearense. A articulação é feita através da Secretaria de Saúde. Municípios polos, líderes em estruturas hospitalar, coordenam regionalmente grupos de cidades. Municípios médios cuidam de outros grupos e, assim, a roda gira e envolve os 184 municípios. A carga de responsabilidades é descentralizada. Tudo acompanhado por especialistas e equipe estruturada, para não deixar faltar um só pacote de algodão.

A articulação para operar a vacinação, aumentar o rigor nas medidas que evitam aglomeração e a exigência da máscara podem atacar o Covid 19 de forma intensa no sertão. 70% das mortes estão fora de Fortaleza. O interior tem sido a grande preocupação, por conta do número de casos e mortes. Em Sobral, dos 100 pacientes nas UTIs, apenas 15 são moradores da cidade, 75 vêm de outros municípios. Essa estatística é a mesma das UTIs de Juazeiro do Norte, Quixeramobim, Itapipoca é Iguatu.

A ideia de ampliar a parceria com os prefeitos pode produzir a formalização de um combate ainda mais intenso ao vírus, com medidas que protejam as pessoas mais vulneráveis. Apesar de que ricos, classe média e pessoas de melhor nível escolar sejam, também, um problema sanitário. Em Fortaleza, o bairro Meirelles lidera o número de casos. É a morada dos milionários do Ceará.

A semana que passou foi tensa. A vacina acabou, os casos de Covid 19 cresceram muito e o número de mortes não aumentou por conta da estrutura de UTIs e da logística montada, reativando leitos em todos os hospitais. O governador foi obrigado a fechar ainda mais, chegando a cancelar aulas, retomar o expediente home office (em casa) para servidores públicos e sugerir o mesmo às empresas privadas. Vivemos um inferno, com o pico da doença.

A semana está começando, com o fortalecimento da parceria entre prefeitos e Governo do estado. Pode acontecer a inversão no registro de casos, trazendo o Ceará para um quadro de absoluto controle da Covid 19. O que seria um alívio para a economia, com empregos e as vidas salvas. O governador tem insistido que “nada é mais importante, nesse momento, do que juntar esforços no combate ao Covid 19. Que “a saída é usar máscaras, os grupos de risco ficarem em casa e os que estão rua na evitar aglomerações”.

O horizonte desenhado, com o fortalecimento da aliança entre o governador e os 184 gestores municipais, se mostra promissor. O combate ao Covid 19 não é uma prioridade de governo só no Ceará. Estados brasileiros estão traçando estratégias para escapar da avalanche de contaminação e mortes, por conta do coronavírus, que se fortalece em suas novas cepas ou versões. Em breve, deveremos ter números alvissareiros da aliança sólida, firmada em nome de uma causa: o combate ao Covid 19 em território cearense.

Sarto

O prefeito José Sarto não abre mão de honrar compromissos assumidos publicamente. Idosos estão indo se vacinar de carros pagos pela municipalidade. São contratos com empresas de aplicativos. Corridas rápidas, baratas e que oferecem conforto aos idosos. O prefeito, todos os dias, acompanha as planilhas com resultados. Pegar e deixar em casa idosos é uma questão de honra para Sarto.

Ajustes

O governador Camilo Santana está, a cada dia, mais próximo dos deputados estaduais. O deputado Evandro Leitão encaminha, todos os dias, relatórios de solicitações dos parlamentares em andamento por todas as secretarias, que obrigatoriamente, passam pela Casa Civil. O líder do governo, deputado Júlio César, também, acompanha os processos. Nelson Martins cuida de cada caso, na sua agenda superlotada.

Sem futuro

O deputado Daniel Silveira (PSL) é um defunto político. Será condenado à prisão, por crime contra a Lei de Segurança Nacional. Estamos falando de até 30 anos de prisão, sem direito a recursos. Também, perderá os direitos políticos. Os juristas são unânimes sobre os processos aos quais responde o parlamentar. Ele só terá esse mandato. Bolsonaro calou porque já sabe o futuro do parlamentar. O STF o condenou. Falta anunciar a sentença.

O carrão do vereador inspetor

O vereador inspetor Alberto (PROS) executou seu primeiro projeto, com o salários e outros penduricalho como parlamentar. Comprou e exibiu sua Hilux Diamond, zero quilômetro. Valor: R$ 400 mil. Fez foto e tudo. O inspetor colocou fogo em ofício do governador Camilo aos vereadores. “Boto fogo porque não gosto dele”.

Piauí quer a Serra da Ibiapaba

O Piauí ganhou, na justiça, o território do Tocantins, equivalente ao tamanho do Rio Grande do Norte. Agora, caminha para conquistar do Ceará toda a Serra da Ibiapaba. Seis municípios podem passar para o mapa piauiense. O processo está avançado e nas mãos da ministra do STF, Carmen Lúcia. O governador Camilo, preocupado, quer abrir uma mobilização para neutralizar o processo. Governadores e procuradores nunca deram bola para a questão. A causa está quase perdida. Camilo terá que exibir habilidade política para resolver. Do ponto de vista jurídico, é causa quase perdida.

Os caras

O deputado Capitão Wagner é o líder do PROS, na Câmara dos Deputados. Semana que vem, deputados e senadores começam a apresentar emendas ao Orçamento da União. O capítulo do Ceará foi entregue ao Capitão. O deputado AJ Albuquerque, membro da Comissão de Orçamento, afinado com Arthur Lira, também, terá influência na peça, ao lado de Domingos Neto. O governador Camilo quer todos os recursos para combater o Covid-19.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS