Economia

Tecnologias inovadoras chegam com diferenciais e ampliam produtividade

No Ceará, setores da construção civil, do atacado e do varejo já são beneficiados com produtos e serviços desenvolvidos a partir da Indústria 4.0

Giuliano Villa Nova

economia@ootimista.com.br

Entre os setores da indústria cearense, um dos que já têm incorporado os conceitos da Quarta Revolução Industrial em seus produtos e serviços é a construção civil. Graças à Internet das Coisas (IoT), os moradores do empreendimento Smart City Laguna, em São Gonçalo do Amarante, estão tendo rotinas mais práticas. “Aproveitamos a tecnologia para tornar os bairros mais inteligentes e melhorar a qualidade de vida dos residentes. Utilizar ferramentas digitais para tornar a vida mais fácil, confiável, econômica e segura tem sido um foco para nós desde o início”, explica Stephen Dunphy, chefe global de IoT da Planet Smart City, responsável pelo empreendimento de 330 hectares.
Nas residências do Smart City Laguna, a iluminação inteligente liga e desliga as lâmpadas remotamente na sala de estar, no quarto principal e na cozinha. Além disso, câmeras Wi-Fi com sensores de segurança permitem que as famílias monitorem a casa quando estão ausentes.

Controle à distância
Essas experiências de automação acontecem a partir da conexão de dispositivos residenciais à internet. Por meio de aplicativos móveis, esses aparelhos são controlados à distância, tornando os lares em ambientes inteligentes. “A sensação de segurança, que já era grande, ficou ainda maior com a novidade”, comenta o servidor público Tony Uchoa, um dos moradores do local.
No total, a Planet Smart City implantou mais de 60 soluções tecnológicas no Smart City Laguna, desde fechaduras inteligentes em ambientes compartilhados até o aplicativo gratuito de bairro, o Planet App.

Soluções financeiras
A Inteligência Artificial, conceito básico da Indústria 4.0, também está ajudando empresários cearenses dos setores varejista e atacadista a administrarem melhor seus negócios. Desenvolvido pela Polibras Software, o Polipedidos PDF é uma ferramenta que faz a identificação visual de pedidos enviados pelos varejistas em formato PDF e ajusta automaticamente os documentos para serem processados. Ao vendedor, basta enviar o PDF, revisar o material e acompanhar o pedido.
Trata-se de um produto inédito e exclusivo no Brasil, que agiliza as vendas e traz diversos ganhos para a cadeia produtiva, desde o atacadista, o distribuidor e o varejista. “O Polipedidos PDF pode transformar o dia a dia da força de vendas. Tem um preço de implementação acessível e custo de manutenção compatível com o porte do negócio, além de uma excelente relação custo-benefício e suporte especializado”, descreve Henrique Lima, diretor executivo da Polibras Software.

Menos erros
Uma das vantagens da tecnologia utilizada pelo Polipedidos PDF é facilitar o trabalho de recebimento dos pedidos do varejo, que precisam ser digitados manualmente antes de serem processados. Essa tarefa se amplia conforme o porte do negócio, além de serem maiores as chances de erros.
Ao receber o pedido, o software identifica os dados da transação (nome do produto, código, preço e identificação do cliente) e cruza as informações com o sistema de gestão do atacadista ou distribuidor, conferindo as condições pré-estabelecidas do negócio. Em alguns minutos, está terminada uma tarefa que demoraria horas para ser executada.
O Polipedidos PDF já processou mais de 40 mil pedidos, com redução de 90% do tempo destinado à digitação e redução de 99,99% de erros. “A Indústria 4.0 tem impacto na inovação, qualidade e produtividade. Isso leva a um aumento da curva de possibilidades de produção, com ampliação da capacidade instalada da economia. Dessa forma, serão maiores as condições de gerar mais benefício para a sociedade”, avalia Lauro Chaves Maia, consultor econômico da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS