Economia

Segundo dia de Expolog discute logística, novas tecnologias e avanços no agronegócio

A Feira está sendo realizada de forma híbrida e disponibiliza aos visitantes um contato maior com os espaços, em uma plataforma virtual totalmente interativa. O encontro continua hoje, com temas como agronegócio e novos mercados.

Lucas Braga
economia@ootimista.com.br


Considerado o maior evento de logística do Norte e Nordeste, a 15ª edição da Expolog – Feira Internacional de Logística, reúne, até hoje (10), grandes nomes do setor com o tema “A logística e a transformação digital integrando negócios”. O primeiro dia de evento aconteceu ontem (9) com transmissão direta do Centro de Eventos do Ceará para a plataforma virtual da Expolog. A Feira está sendo realizada de forma híbrida e disponibiliza aos visitantes de forma virtual um contato maior com os espaços.
Um pavilhão de exposições bilíngue facilita a interação, networking, negociações e a transmissão de conteúdo. No total, são esperados mais de 3 mil participantes nos dois dias de evento e a meta da organização é ultrapassar R$ 500 milhões em negócios realizados ou prospectados, assim como em 2019.
Ao todo, nesta edição especial de 15 anos, são mais de 100 palestras, 48 stands e 84 marcas compondo a Expolog. No primeiro dia de evento, a abertura aconteceu no Pavilhão Leste do Centro de Eventos do Ceará, obedecendo aos protocolos de segurança sanitária. Em seguida, a palestra magna do autor e empresário Maurício Benvenutti trouxe o tema “Transformação digital integrando negócios e pessoas”.
O empresário, é referência brasileira em inovação, com carreira consolidada no Vale do Silício (EUA). “A grande pegada este ano é a inovação e a transformação digital nas organizações. A gente o escolheu para a palestra magna por ter foco no crescimento através das pessoas. Foi deixada forte mensagem de investir também em recursos humanos em paralelo à tecnologia”, conta Enid Câmara, diretora da Prática Eventos e coordenadora-geral da Expolog.

Programação
Com as mudanças rápidas nos vários setores da economia e o disparado crescimento do e-commerce, a logística é solução para a competitividade. Entre os focos de discussão estão o uso de recursos tecnológicos, e-commerce, last mile (última milha). Além de acadêmicos, executivos e jovens empreendedores, são esperados entre o público membros de empresas da cadeia logística, como operadores de portos, terminais, aeroportos, exportadoras, importadoras, tancagem, aduaneiras, agências, hidroviários, transportadoras, seguradoras, dentre outras.
Destaques deste primeiro dia do XV Seminário Internacional de Logística foram os painéis sobre Cabotagem no Brasil, Portos Nacionais Públicos e Portos Internacionais, além da palestra sobre Desestatização dos Portos Públicos (Privatização das Companhias Docas). Já no segundo dia, alguns dos temas abordados são inovação no setor; logística para pequenos negócios; multimodalidade; transportes de carga durante a pandemia; e infraestrutura de transporte rodoviário.
Com análises sobre os impactos da Reforma Tributária no agronegócio brasileiro, a programação do seminário híbrido Logística no Agronegócio teve início na tarde de ontem (9). A continuidade hoje, das 8h às 17h30, contém, dentre outros, painéis sobre “A importância do Associativismo para o fortalecimento do Agronegócio” e “A intercooperação e sua importância para o desenvolvimento regional”.
O seminário “Oportunidades para os Jovens Profissionais na Logística” trouxe cases de sucesso, conversa sobre carreiras, exemplos de transformação digital e automatização, e ainda a palestra “Processos e tecnologias nas operações logísticas como diferenciais competitivos e de sustentabilidade”. Nesta quinta-feira, os debates seguem abordando temas como tecnologia, inovação e liderança.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS