Economia

Porsche Center Fortaleza é inaugurada pelo Grupo Newland

Antes da loja definitiva, localizada em área externa do shopping Iguatemi, o público já estava em contato com a marca por meio de um show roo

Loja segue todos os novos parâmetros mundiais da lendária marca esportiva alemã (Foto: Divulgação)

Coluna Adriano Nogueira
adriano@ootimista.com.br

A Porsche iniciou suas operações no Ceará com a inauguração de sua concessionária, nesta sexta-feira, 16, na área externa do Iguatemi Fortaleza. A loja segue todos os novos parâmetros mundiais da lendária marca esportiva alemã e ocupa uma área de 2,6 mil m². Este é o 11° ponto de venda da marca no Brasil. A representação da Porsche ficará a cargo do Grupo Newland, fundado em 1992 e que possui 25 concessionárias de diferentes montadoras no Nordeste.

“Acabamos de celebrar nosso sexto aniversário no país com uma marca histórica: a venda de mais de 1,7 mil unidades num único semestre, que foi registrada de janeiro a junho deste ano”, destaca Leandro Giacon, Gerente Sênior de Desenvolvimento de Rede da Porsche Brasil. “Ampliar nossa rede de concessionários em novas praças nos aproxima ainda mais de nossos clientes”, conclui.  A meta da concessionária é comercializar ao menos 15 veículos por mês.

Ronaldo Munhoz, CEO do Grupo Newland, afirma que “a expectativa é atender ao público diferenciado da Porsche com a maior qualidade possível, elevando os padrões de excelência que o Grupo Newland vem desenvolvendo ao longo dos anos”. “Além disso, a chegada de marca ícone, de projeção mundial, aqui em nossa cidade, é motivo de grande orgulho para toda a sociedade cearense”, reforça o executivo.

Luiz Teixeira, presidente do Grupo Newland (Foto: Tapis Rouge)

Demanda maior que a oferta
Presidente do Grupo Newland, o empresário Luiz Teixeira afirma que várias vendas foram efetuadas ainda no showroom aberto dentro do Iguatemi, no início do ano, por isso, “a expectativa é a melhor possível”. “A concessionária segue o novo padrão Porsche, salvo engano, agora só tem mais três no mundo com esse mesmo conceito. É uma parceria de longo prazo, estamos muito felizes em proporcionar para Fortaleza este ícone”, reforça. Teixeira adianta que “a demanda está mais alta do que a oferta”, e aponta algumas possíveis causas: “até por falta de opção deste tipo de consumidor, está se vendendo mais produtos de maior valor agregado, as pessoas estão querendo usufruir o que é bom”.

Brisanet abre reserva de ações
O período de reserva de ações para o pequeno investidor participar da oferta pública inicial (IPO) da Brisanet (BRIT3) vai até o dia 26 de julho. A Brisanet estima que o preço por ação estará situado entre R$ 13,92 e R$ 17,26. A fixação do preço acontecerá em 27 de julho, de acordo com o portal Suno Research. No ano passado, a receita operacional líquida da Brisanet alcançou R$ 471,774 milhões, ante R$ 292,962 milhões, em 2019. Na mesma comparação, o lucro líquido chegou a R$ 29,123 milhões, contra R$ 51,080 milhões.

Histórico
A provedora de internet fundada no interior do Ceará, em Pereiro, por José Roberto Nogueira, contava em abril com aproximadamente 697 mil usuários e mais de 6.300 colaboradores, espalhados em 96 cidades no Nordeste. A presença da companhia está concentrada nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

Feincartes
Reunindo mais de 10 mil produtos de artesanato, decoração, joias e moda típica de vários países, a Feira Internacional de Artesanato e Decoração – FEINCARTES, chega a mais uma edição no RioMar Fortaleza. A mostra vai até o dia 1º de agosto, na Praça de Eventos (Piso L1). Entre os países expositores, estão Turquia, Senegal, Equador, Peru e Brasil.

Taiene Righetto, presidente da Abrasel-CE (Foto: Tapis Rouge)

Abrasel: setor ainda está “com a corda no pescoço”
Comparando as restrições de funcionamento de bares e restaurantes do Ceará em função da pandemia de covid 19 a outros estados, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel-CE) disse em nota que seus afiliados estão “com a corda no pescoço”. “E mesmo com um dos menores índices de transmissão (Rt) do país, ainda somos o segundo Estado com a maior restrição nos horários de funcionamento do setor de alimentação fora do lar”, afirma a entidade.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS