Economia

Imóvel Fest Iguatemi pretende ultrapassar R$ 20 milhões em contratos assinados

Evento reúne 12 construtoras e oferece condições especiais de negociação e pagamento. Mercado aquecido pela venda de casas e apartamentos e juros baixos devem motivar procura

Marta Bruno

martabruno@ootimista.com.br

Com o mercado de imóveis aquecido após a retomada das atividades econômicas, o Imóvel Fest deve ultrapassar as vendas da primeira edição, que aconteceu em agosto. A expectativa é que o feirão, que começou na sexta (25) e segue até o dia 4 de outubro no Shopping Center Iguatemi, ultrapasse os R$ 20 milhões em contratos assinados na primeira edição.
Com a taxa de juros fixada em 2% e o comprador buscando imóveis que valorizam a qualidade de vida em áreas internas e externas dos empreendimentos, investir em imóvel ou ir para uma residência melhor está motivando compradores a buscarem moradias bem localizadas, mais novas e que ofereçam completo bem-estar, pré-requisito potencializado após meses de confinamento devido à pandemia.
No total, 12 construtoras participam do Imóvel Fest Iguatemi, o último feirão imobiliário do ano. As empresas disponibilizam imóveis com condições diferenciadas de negociação, preço e formas de pagamento, com atendimento no mesmo horário do shopping, de 10 às 22 horas. Promovido pela Lopes Immobilis, o evento reúne os maiores players da construção civil do Estado, como a Diagonal, MRV, Dibra, JWT, Ara, BLD Urbanismo, Magis, Idibra, Alves Lima, Moura Dubeux, Novaes Engenharia e Monteplan.
De acordo com o sócio-diretor da Lopes Immobilis, Ricardo Bezerra, a expectativa de movimentar um grande volume de valor geral de vendas (VGV) se deve às condições atuais de mercado. “O momento é muito especial para o setor imobiliário, uma vez que o imóvel se apresenta como uma das saídas mais seguras e rentáveis para proteger e maximizar o patrimônio dos investidores e porque a taxa Selic está muito baixa”, destaca.
Na edição passada, o Imóvel Fest movimentou cerca de R$ 20 milhões em VGV, valor que, segundo Bezerra, foi além do esperado. “As pessoas estão percebendo que dinheiro no banco não está rendendo como antes. Qualquer aluguel é mais rentável do que deixar o dinheiro parado. Se o investidor comprar um apartamento de R$ 500 mil e alugar por R$ 1,5 mil, rende 4%. É o dobro da Selic. Qualquer aluguel é melhor do que aplicação”, compara. Além disso, Ricardo Bezerra lembra que existe um sentimento de mudança na população, em relação à moradia. “Aquela sala que parecia grande ficou pequena. A localização não parece a mais adequada. As pessoas estão com vontade de mudar. Com juro baixo, o estoque está acabando”, diz.
Serviço:
Imóvel Fest Iguatemi
Data: até o dia 4 de outubro
Horário: 10 às 22 horas
Local: Praça em frente à Loja Centauro do Shopping Center Iguatemi

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS