Economia

Decreto libera aula presencial na educação infantil, cinema e eventos

Aulas presenciais poderão retornar a partir de 1º de setembro somente em escolas particulares, respeitando o limite de 30% da capacidade e eventos, a partir do dia 14 com limite de até 100 pessoas. Museus, teatros e cinemas também poderão abrir

A partir do dia 1º de setembro alunos da educação infantil (creche e pré-escola) de escolas particulares poderão retornar as aulas de forma presencial na capital e municípios da Macrorregião de Fortaleza. A decisão de enviar os filhos para as escolas, no entanto, ficará a cargo dos pais, que deverão ter a opção pela aula online garantida pelas instituições de ensino. O anúncio foi feito na sexta-feira (28) pelo governador Camilo Santana e pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.
A decisão está no bojo do novo decreto de retomada das atividades no Ceará, que passa a valer a partir de segunda (31). O retorno das aulas, que ocorre um dia depois, é facultativo aos pais e deverá funcionar com 30% da sua capacidade.
De acordo com o prefeito Roberto Cláudio, o retorno se dará “com amplo protocolo de testagem organizada pela Secretaria de Saúde do Estado junto a professores e demais trabalhadores da educação”.
Ele destacou ainda que aulas extracurriculares, como escolas de idiomas e informática, por exemplo, também poderão funcionar, desde que respeitando o limite de 30%. Atividades de apoio, como transporte escolar, estão igualmente autorizadas a funcionar, segundo o prefeito, e as aulas teóricas e prática de auto escolas, também poderão retornar com o percentual de 35%. Com relação ao retorno das aulas nas instituições públicas estaduais e municipais, o governador informou que a decisão ainda está em avaliação. “As medidas sempre foram tomadas ouvindo os especialistas, com prudência e responsabilidade. Estamos avançando bem no Ceará na retomada da economia e sempre melhorando os números em todas as macrorregiões”, disse o governador.

Outras autorizações
O decreto prevê ainda a liberação, já a partir de segunda (31), do funcionamento de museus, bibliotecas, teatros e cinemas, respeitando o máximo de 35% da capacidade.
Também tiveram autorização para o retorno, eventos esportivos como o campeonato cearense de futsal e os de pequeno porte, com aglomeração de no máximo 100 pessoas, como as areninas e quadras localizadas em praças, por exemplo.
Os eventos voltarão a funcionar a partir de 14/9 com protocolos rígidos nas regiões que já tiverem cumprido a Fase 4. “Esse período de duas semanas dará ao setor tempo para se agendar, contratar pessoal para que, gradativamente, esses eventos passem a ser liberados aos poucos”, destacou o prefeito.
A liberação de eventos com aglomeração de até 100 pessoas, segundo apurado por O Otimista com fontes do setor, será o teste para liberar eventos maiores em todo o Ceará. A decisão será validada em futuros decretos de retomada da economia, normalmente editados e publicados semanalmente.
Sobre outros segmentos e até mesmo parte dos que foram autorizados neste decreto, o governador informou que “todas as outras atividades, escolas públicas e demais séries das escolas privadas serão avaliadas no decorrer da semana pelo Comitê, sempre com muita prudência, respeitando a vida das pessoas”. Ambos reforçaram a importância de se seguir os protocolos de saúde. “Vale lembrar que distanciamento social e uso de máscara são atitudes de bom senso”, lembrou o prefeito.
O novo decreto estadual traz também as novas fases das macrorregiões do Interior dentro do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais. As macrorregiões de Sobral, Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe entram na primeira semana da Fase 4 e a do Cariri passa para a primeira semana da Fase 3.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS