Economia

Comércio cria estratégias para atrair clientes às lojas físicas na Black Friday

Apesar de 40% dos consumidores afirmarem que farão compras online hoje (27), comércio aposta em vendas presenciais, além das vendas feitas pela Internet. Preços promocionais nas lojas físicas e cuidados com os protocolos são diferenciais

O cenário de pandemia pretende estimular o consumidor a comprar de forma online nesta Black Friday, celebrada hoje (27) pelo comércio. Ainda assim, lojistas apostam em vantagens diferenciadas, como descontos, parcelamentos e brindes.
Após Dia das Mães, dos Namorados e dos Pais, que tiveram as atividades comerciais parcialmente paralisadas por conta da pandemia, cerca de 75% dos micro e pequenos empresários esperam que a data dê fôlego ao faturamento do ano, segundo levantamento feito pela startup Vhsys com a plataforma de pagamento Stone.
Em um ano de alta adesão às compras online e de transformação digital para muitos negócios, 40% dos consumidores afirmam que vão comprar exclusivamente pela Internet na data – um aumento de sete pontos percentuais em relação a 2019, segundo pesquisa do Google, realizada pela consultoria Provokers.
A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) projeta alta de 1,8% (já descontada a inflação), impulsionada principalmente pelo comércio online. Mesmo assim, o lojista tem se preparado para receber a clientela no espaço físico, com reforço de protocolos de segurança e atenção para administrar eventuais filas. “As marcas decidiram fazer o mês inteiro de promoções para evitar aglomerações em uma só data. Mas algumas lojas insistem em atrair clientes nos dias 27 e 28, dando descontos de 70% até 90%”, conta Cláudia Brilhante, diretora institucional da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio-CE). “Após longo período sem vender, o lojista aproveita. E, assim, vale a pena para o consumidor aproveitar a oportunidade e adquirir o bem durável ou eletroeletrônico que estava desejando”, exemplifica.
Cláudia não estima variação nas vendas, mas antecipa que o movimento aumentou e o comércio tem respeitado as orientações das autoridades de saúde para prevenir contaminação por coronavírus. “Vamos ter boas vendas até domingo. Ainda há uma parcela do auxílio emergencial e 13º salário para parte da população”, completa.

Comércio de Fortaleza
Claudia Gomes, gerente de marketing de uma marca de óculos, destaca que, para a data, preparou promoções nas lojas físicas e quiosques, com 60% de desconto, entre os dias 20 e 30 deste mês, nas unidades do Ceará, Maranhão e Piauí. Ela espera um aumento das vendas de 10% a 15% a mais que o ano passado e conta que a emprssa antecipou as suas importações e aumentou a escala de produção para a Black Friday. “Estamos com estoques bem abastecidos para fazer uma semana com preços especiais, evitando que nossos clientes se limitem a um único final de semana e provoque aglomerações. Todas as peças são higienizadas, principalmente após os clientes provarem. Existe um limite de quatro pessoas que as lojas permitem permanecer internamente. Não pode entrar sem máscara e pedimos que higienizem as mãos assim que entram nas lojas”, ressalta.
De acordo com Wellington Oliveira, coordenador da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) no Ceará, os shoppings de Fortaleza irão incrementar as equipes de segurança hoje e amanhã (28) para orientar e controlar a circulação de clientes nas áreas abertas dos empreendimentos.
Ele contabiliza que o movimento nos shoppings cresceu, mas, se comparado a 2019, o fluxo pode ser inferior. “É importante destacar que, mesmo com esse fluxo um pouco abaixo, os empreendimentos estão com suas vendas acima de 2019, o que é bastante animador para nós e para as lojas que estão se preparando muito para receber os clientes com todo o conforto, segurança e cuidado com a saúde”, completa.
Nos shoppings da Capital, as promoções vão desde estacionamento gratuito durante todo o dia de hoje, como frete grátis para compras online nas plataformas próprias dos estabelecimentos.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS