Economia

Ceará Express tem novo diretor de Operações

Robervan, que tem 18 anos de experiência em gigantes como Braspress, Jamef, Atlas/Femsa e DHL, abraça o arrojado projeto. Graduado em Administração e Logística, o goiano é especialista em carga fracionada

O executivo Robervan Leite é o novo COO da empresa

À frente do projeto de expansão Norte-Nordeste da Ceará Express, o executivo Robervan Leite é o novo COO da empresa. Natal, João Pessoa, Maceió, Aracaju e Salvador são as próximas capitais na mira da companhia, gerando pelo menos 200 empregos diretos.

Robervan, que tem 18 anos de experiência em gigantes como Braspress, Jamef, Atlas, Solistica (Femsa) e DHL, abraça o arrojado projeto. Graduado em Administração e Logística, o goiano é especialista em carga fracionada. Logística de grandes volumes, componentes eletrônicos/tecnologia, lifescience (fármacos) e têxteis também estão no currículo do executivo.
As vivências garantiram expertise em gestão comercial e operacional, com flow de até centenas de milhares de entregas mensais em todo o País. “Estou na Ceará Express por acreditar na empresa, na representatividade do negócio e no futuro do e-commerce, que é grande frente hoje. O B2C é desafiador e trago estratégia para prestarmos o melhor serviço aos consumidores”, destaca.

Pedro Teixeira, coordenador regional de operações, Robervan Leite, COO e Cordeiro Júnior, CEO da Ceará Express

Projetos
“A ideia é expandir e massificar nosso serviço de entrega rápida Certex em 2021 e 2022, no Norte e Nordeste. Além do Ceará, hoje já estamos presentes em Manaus, Belém, São Luís, Teresina, Recife e Caruaru”, conta o CEO Cordeiro Júnior. O Certex já existe no Ceará desde 2018.
Valendo-se de parcerias com grandes players, a empresa projeta chegada ainda na Região Sul. Todas as novas filiais consolidam a robustez e a confiabilidade da marca. “Estamos bem consolidados no Norte e Nordeste e agora vamos partir para estruturar essas novas unidades”, comemora Robervan.
Criada há oito anos, a Ceará Express opera, dentre outros clientes, a dinâmica logística de grandes marcas como as do grupo B2W, Lojas Americanas (Americanas.com), Submarino SouBarato e Shoptime: detém pelo menos 90% das entregas last mile no Ceará e no Piauí; e 50% no Amazonas e em Pernambuco. O last mile é a última etapa da logística do e-commerce, que compreende a retirada nos Centros de Distribuição e a entrega no endereço apontado pelo cliente.
No segmento fármaco, a empresa venceu concorrência com outras três transportadoras e, a partir de janeiro, será responsável pelo abastecimento das 56 lojas do grupo Extrafarma no Maranhão, além das operações já existentes no Norte e Nordeste.

Intensidade
Coordenador regional de Operações, Pedro Teixeira testemunha o aumento exponencial do movimento nas entregas durante o ano inteiro. Isso se deu por conta das lojas físicas fechadas durante o isolamento social rígido e, em seguida, campanhas intensificadas do varejo no último trimestre do ano, com Semana Brasil, Black Friday e Natal. “O volume foi muito alto e ainda assim atendemos ao máximo o prazo nas entregas. A gente quase dobrou o quadro de funcionários, contratando terceirizados, para dar conta em algumas regiões. Em certas bases nossas no Nordeste tivemos até que mudar de endereço, para galpões maiores”, contabiliza Pedro.
Para ele, 2020 foi o ano do e-commerce, o que exigiu mais assertividade para alcançar rapidez e atender os anseios dos clientes. Apenas na Black Friday (entregas na primeira quinzena de dezembro), a Ceará Express registrou aumento de 82% nas operações, com 64 mil entregas, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Coordenador regional de Operações, Pedro Teixeira

 

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS