Economia

Vendas no mercado imobiliário do Ceará acumulam crescimento de 75% neste ano

O quadro animador apoia previsão de que o mercado imobiliário cearense chegará ao fim de 2021 com vendas em torno de R$ 3 bilhões

Ricardo Bezerra, sócio-diretor da Lopes Immobilis (Foto: Divulgação)

Coluna Adriano Nogueira
adriano@ootimista.com.br

O mercado imobiliário cearense chegaram ao fim de julho com um volume de vendas 75% superior ao registrado em igual período de 2020, levando em conta o acumulado do ano. Ao todo, foram 5.172 unidades chegando a R$ 1,7 bilhão comercializados. Os dados são do Flash Imobiliário, divulgados nessa sexta-feira (27) pelo Lopes Immobilis.
O quadro animador apoia previsão de que o mercado imobiliário chegará ao fim de 2021 com vendas em torno de R$ 3 bilhões.

O destaque nas vendas de julho foram as segundas moradias, alvo de muita procura por parte da clientela. Alguns empreendimentos foram lançados no decorrer do mês, gerando muita procura. Os destaques são o Aquiraz Riviera, o Beach Way Riviera, das construtoras Placic e Tech. O produto possui 328 unidades, com tamanho variados entre 53m² e 66m², a demanda foi tão alta que o produto vendeu 317 unidades no mês.

O preço médio do metro quadrado em Fortaleza e Região Metropolitana subiu 0,56% no mês de Julho, em média, o valor passa a ser R$ 6.611,00/m². Os bairros mais caros da Capital são Meireles (R$ 11.034,00/m²), Aldeota (R$ 9.720,00/m²) e Cocó (R$9.716,00/m²).

Fortaleza Liquida dará direito a parcelamento do ICMS
Iniciada nessa sexta-feira, 27, a campanha Fortaleza Liquida, da CDL Fortaleza, ganhou um reforço de peso: parcelamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) devido no mês de setembro. A Secretaria da Fazenda (Sefaz) anunciou a medida, válida para comerciantes que aderirem à campanha. O imposto poderá ser quitado em até três parcelas mensais, sendo a última até 20 de dezembro de 2021. A Fortaleza Liquida vai até o dia seis de setembro, com descontos de até 50% em mais de cinco lojas em toda a região metropolitana.

Reajuste
A partir deste domingo (29), o Fortaleza Airport vai adotar uma nova tabela de tarifas, aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A Agência autorizou ainda reajustes no aeroporto de Porto Alegre (RS), também administrado pela Fraport. O aumento abrange as tarifas de embarque, conexão, pouso, permanência, armazenagem e capatazia.

Novos valores
Em nota, a administração do Fortaleza Airport disse que os novos valores “passam a ser efetivamente cobrados no dia 28 de setembro de 2021”. A tarifa de embarque doméstico passará para R$ 41,05; a internacional será R$ 72,69; a de conexão será de R$ 12,56 independente da origem e a de pouso, por tonelada, será de R$ 12,85 no doméstico e R$ 34,27 no internacional.

Luiz Gastão Bittencourt, presidente da Fecomércio-CE (Foto: Divulgação)

Construção manteve alta de parte do comércio
A avaliação é do Presidente da Fecomércio Ceará, Luiz Gastão Bittencourt, durante participação no debate Cenários Trends, sobre o desenvolvimento econômico do comércio cearense. Cid Alves, presidente do Sindilojas Fortaleza, também participou. Analisando o desempenho da economia do Estado durante a pandemia, que cresceu 4,4% frente ao resultado negativo de 1,4% no cenário nacional, Gastão destacou que “o auxílio emergencial e a permanência das pessoas em casa permitiu ganhos para alguns setores como supermercados, farmácia, alimentos prontos e principalmente no setor de construção, quando foram realizadas reformas para melhorar o espaço das residências”.

Jean-Marc Pouchol assumirá vice-presidência do grupo para a África (Foto: Divulgação)

Jean-Marc Pouchol deixa comando da Air France-KLM no Brasil
Um dia após anunciar a retomada dos voos do hub em Fortaleza da Air France-KLM – do qual foi um dos principais articuladores – o executivo francês Jean-Marc Pouchol anunciou, ao portal Panrotas, que vai deixar o comando da operação na América do Sul e volta para Paris, onde vai assumir a vice-presidência do grupo para a África. Sobre a experiência aqui, ele afirmou que “foi a primeira vez na história do grupo que iniciamos uma rota com as duas companhias aéreas”. “Nunca vou esquecer essa experiência”, reforçou.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS