Economia

Produção de grãos no Ceará em março deve ter crescimento acima de 27%

Apesar de indícios de recuperação serem visíveis, cenário ainda é de redução no acumulado do ano

Aflaudísio Dantas
aflaudisio@ootimista.com.br

Plantação de Feijão, Unai- MG

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola – LSPA – para o ano de 2021 mostra que em março o Ceará deve ter produção de 27,33% maior que o mês anterior na safra de grãos.

Cereais, Leguminosas e Oleaginosas, composto por 20 produtos, só o arroz irrigado 1ª safra e algodão herbáceo sequeiro tiveram redução na produção.

A produção esperada para 2021 é de 619.092 toneladas, crescendo 27,33%, em relação ao mês anterior (486.219 t), e 26,70%, em relação ao primeiro prognóstico efetuado em janeiro/2021 (488.623 t). Mas o cenário é de queda em relação a 2020 comparando-se à safra de grãos efetivamente obtida em 2020 (794.480 t).

O arroz irrigado tem sua redução por causa da falta de chuvas, que prejudica os níveis do rio Jaguaribe, responsável pelo abastecimento na região.

Outro item em redução, algodão herbáceo sequeiro,  teve sua área plantada reduzida. As perdas no ano de 2020 desencorajaram os produtores a arriscarem plantar para 2021. Ataques de pragas na região de Jaguaruana é outra causa da redução.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS