Economia

Procon-SP divulga lista de e-commerces não recomendados na Black Friday

Lista tem mais de 170 lojas que receberam reclamações de usuários e foram notificadas, mas não foram encontradas nem responderam aos contatos

Especialistas recomendam atenção nas compras pela internet. (Crédito: Divulgação)

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) divulgou uma lista de sites de comércio eletrônico que devem ser evitados pelos compradores, durante a Black Friday – que acontecerá a partir do dia 27 de novembro. Trata-se de um conjunto de  mais de 170 lojas e empresas que receberam reclamações de usuários e foram notificados, mas não foram encontrados nem responderam aos contatos do Procon-SP.

O levantamento divulgado pelo Procon-SP reforça a necessidade de os consumidores estarem atentos ao realizarem compras pela internet. Uma das recomendações básicas dos especialistas é não realizar negócio com empresas que não tenham certificados de segurança em transações eletrônicas ou contatos (e-mail, telefone, endereço etc.).

A lista do Procon-SP foi atualizada em março e tem endereços cadastrados desde 2015. Algumas dessas lojas já saíram do ar, mas outros seguem em atividade.

Para saber a lista dos e-commerces não recomendados pelo Procon-SP, clique aqui.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS