Economia

Municípios do Ceará se destacam em ranking nacional de cidades inteligentes

No total, 15 cidades do Estado são reconhecidas pelo seu estágio de desenvolvimento em diversas áreas, no 6º Ranking Connected Smart Cities 2020, da consultoria Urban Systems. Fortaleza aparece no 29º lugar do País na colocação geral

Fortaleza tem boas colocações em diversas áreas, entre as quais está mobilidade urbana (Foto: Edimar Soares)

Giuliano Villa Nova
economia@ootimista.com.br

Quinze cidades do Ceará se destacam por seus atributos de mobilidade, urbanismo, tecnologia, saúde, educação, segurança, empreendedorismo, economia e governança e figuram no 6º Ranking Connected Smart Cities 2020, elaborado pela Urban Systems, consultoria que ajuda no desenvolvimento e planejamento dos municípios brasileiros. O estudo, envolvendo municípios de todo o Brasil, é realizado desde 2014 e considera 70 indicadores e 11 eixos temáticos, que apontam o estágio de organização urbana daquela localidade. As qualidades evidenciadas pela pesquisa atestam o estágio de crescimento dos municípios cearenses, após anos de investimentos públicos e privados.

“Os eixos temáticos, na verdade, são conectados: uma evolução ou investimento em educação pode resultar em melhora nesse setor, mas pode ter impacto no empreendedorismo e na economia, dentro daquela cidade. O mesmo vale para tecnologia, meio ambiente e as outras áreas”, observa Willian Rigon, diretor da Urban Systems e pesquisador responsável pelo ranking.

“Todo o nosso estudo serve, principalmente, para tornar as cidades brasileiras mais inteligentes. Nosso objetivo não é premiar as cidades, mas trazer a discussão do conceito de cidade inteligente para os gestores públicos, os principais e primeiros responsáveis pelo desenvolvimento dos municípios”, reforça.

Fortaleza

Entre todas as cidades do Estado, a capital cearense é a que mais aparece nos diversos rankings elaborados pela Urban Systems. No ranking geral, que soma todas as notas dos eixos temáticos, Fortaleza está na 29ª posição; em 60º lugar aparece Eusébio e no 82º lugar, Sobral.

“Nos últimos três anos, Fortaleza começou um grande trabalho para ficar entre as maiores do País no quesito cidades inteligentes. Destaque para o sistema rápido e informatizado implantado pela Seuma, sem contar com as melhorias em bairros mais afastados do Centro. Foram aplicadas soluções inteligentes no contexto social. Se esses projetos continuarem, Fortaleza, em cinco anos, será destaque no Brasil”, projeta Susanna Marchionni, CEO da Planet Smart City no Brasil e especialista em cidades inteligentes.

Fortaleza também figura entre as melhores do Brasil nos eixos Governança (6º lugar), Tecnologia e inovação (17º), Empreendedorismo (22º), Mobilidade e acessibilidade (31º), Urbanismo (57º), Segurança (74º) e Economia (97º).

Sobral

Mas a melhor colocação de uma cidade cearense no ranking da Urban Systems foi conquistada por Sobral, no quesito Saúde: o município do interior cearense é o 4º colocado em todo o Brasil, perdendo apenas de Vitória, Palmas e Belo Horizonte. Nesse mesmo eixo temático, aparecem ainda Eusébio (43º lugar), Barbalha (51º) e Crato (57º).

De acordo com Susanna Marchionni, os investimentos nos eixos temáticos podem trazer muitas vantagens para os municípios, especialmente no desenvolvimento econômico. “Eu tenho uma teoria: dinheiro dá mais dinheiro e riqueza gera mais riqueza. Quando você resolve, por exemplo, um problema de segurança através da inovação social, ajuda no crescimento da economia, melhora o sistema educacional e as pessoas acabam tendo acesso a um trabalho melhor”, observa.

“Cada pequena ação de melhoria no âmbito social, meio ambiente e educação leva benefícios e crescimento econômico para as regiões. Pensar em cidades inteligentes é uma equação simples: aumento do engajamento e empoderamento das pessoas gera aumento da economia”, reforça a CEO da Planet Smart City no Brasil.

São Paulo, Florianópolis e Curitiba lideram no Brasil

Além de Fortaleza e Sobral, que figuram entre as cidades mais bem colocadas no ranking da Urban Systems, aparecem no estudo os municípios cearenses de Granja (29ª melhor no ranking de Mobilidade), Eusébio (62ª melhor em Educação), Crato, Maracanaú, Russas, Juazeiro do Norte, Caucaia, Viçosa do Ceará, Barbalha, Limoeiro do Norte, Quixeramobim, Aracati e Canindé.

No ranking geral, São Paulo é a primeira colocada (37,901 pontos), seguida por Florianópolis (37,224), Curitiba (36,545), Campinas (36,303) e Vitória (36,251). A primeira cidade do Nordeste é Recife, em 15º lugar (33,557 pontos).

São eixos temáticos do Ranking Connected Smart Cities: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, empreendedorismo, educação, saúde, governança, economia, segurança e energia.

Mais detalhes sobre o Ranking Connected Smart Cities 2020 podem ser vistos no site: https://www.urbansystems.com.br/

Colocações

29º Fortaleza
60º Eusébio
82º Sobral

Saúde
4º Sobral
43º Eusébio
51º Barbalha
57º Crato

Governança
6º Fortaleza
71º Maracanaú
72º Russas
83º Juazeiro do Norte
85º Crato
100º Granja

Tecnologia e inovação
17º Fortaleza
55º Caucaia
97º Eusébio

Empreendedorismo
22º Fortaleza
94º Limoeiro do Norte

Mobilidade e acessibilidade
29º Granja
31º Fortaleza
33º Crato
83º Eusébio

Segurança
32º Crato
58º Eusébio
74º Fortaleza
78º Viçosa do Ceará
88º Juazeiro do Norte

Urbanismo
57º Fortaleza

Educação
62º Eusébio
35º Sobral
43º Quixeramobim
67º Limoeiro do Norte
82º Aracati
88º Canindé

Economia
97º Fortaleza
100º Eusébio

Fonte: 6º Ranking Connected Smart Cities 2020

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS