Economia

Hidrogênio verde: Ceará apresenta R$ 16,4 milhões em propostas para chamada pública do Senai e CTG Brasil

Ao todo, 14 estados apresentaram 36 projeto de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação com foco em hidrogênio verde

A chamada pública lançada pelo Senai e CTG Brasil para apoio a projetos de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação (PD&I) com foco em hidrogênio verde, recebeu 36 inscrições. Essas iniciativas estão localizadas em 14 estados do país, com valor somado de R$ 186 milhões em propostas. A cifra é mais de 10 vezes a prevista no edital e está concentrada principalmente em projetos para produção do chamado “combustível do futuro”.

As propostas apresentadas tiveram valor médio de R$ 6 milhões. No Paraná, estado que lidera em participação, a soma dos projetos alcança R$ 24,2 milhões. Santa Catarina (R$ 17,20 milhões), Ceará (R$ 16,4 milhões), Rio Grande do Norte e Amapá (empatados com R$ 14,5 milhões) aparecem em seguida no ranking. Mato Grosso do Sul, Bahia, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Espírito Santo, São Paulo e Maranhão também entraram na disputa.

O Instituto Senai de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER), que coordena nacionalmente a ação, observa que o edital atraiu desde startups até grandes empresas. O objetivo, segundo os organizadores, é impulsionar soluções em PD&I capazes de gerar negócios. Entre as ideias apresentadas, 74% focam na produção de hidrogênio, 20% no uso industrial, 3% no transporte e outros 3% em certificações do produto. Os R$ 186 milhões relativos aos projetos incluem R$ 21 milhões em contrapartidas das empresas proponentes para financiamento, um dos requisitos previstos no edital.

Seleção

A primeira fase da seleção segue agora com a análise das propostas. O resultado preliminar é previsto para 1º de dezembro. Os projetos que avançarem para a segunda etapa passarão por uma curadoria para identificação de possíveis sinergias e aprovação final da CTG Brasil, que destina recursos à chamada pública por meio do programa Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) da Aneel.

O resultado final sai em 17 de dezembro. Já no início de 2022 inicia-se um novo ciclo: a prospecção de possíveis parceiros internacionais para o desenvolvimento das ideias selecionadas. Não há uma estimativa de quantos dos inscritos serão contratados. Os projetos escolhidos terão prazo de execução de até 36 meses, a partir da assinatura do contrato.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS