Economia

Hapvida aprova pagamento de JCP no valor de R$ 110,7 milhões

O Hapvida (BOV:HAPV3) aprovou pagamento de JCP antecipado dos resultados de 2020, no valor de R$ 110,769 milhões, ou R$ 0,1490 por ação ordinária. Terão direito a este JCP todos os acionistas detentores de ações ordinárias de emissão da Companhia ao final do pregão na data base de 10 de setembro de 2020. As informações são do Jornal ADVFN Brasil.

As negociações de ações da Companhia, a partir de 11 de setembro de 2020, inclusive, serão realizadas na condição “ex-JCP”.

Estes JCP serão pagos no dia 30 de abril de 2021, sem que seja devida qualquer atualização monetária ou remuneração correspondente entre a data de declaração e de efetivo pagamento, de acordo com a respectiva conta corrente e domicílio bancário do acionista fornecidos ao Itaú.

O pagamento deste JCP está sujeito à incidência de 15% de imposto de renda na fonte, exceto para os acionistas que comprovarem ser imunes ou isentos, bem como nas demais hipóteses legais. Os acionistas deverão encaminhar, até 5 de outubro de 2020, a respectiva documentação comprobatória aos cuidados da área de escrituração de ativos da Itaú Corretora de Valores S.A. (Itaú), na Avenida Brigadeiro Faria Lima, n.º 3.500, 3.º andar, São Paulo/SP.

A operadora de planos de saúde Hapvida registrou lucro líquido de R$ 278,6 milhões, no segundo trimestre, que representa um aumento de 25% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Os resultados são devido a uma combinação entre aquisições (São Francisco, Américas e RN) e queda na taxa de sinistralidade de 6,1% que ficou em 51,2% no segundo trimestre, patamar recorde. A operadora foi beneficiada pelos cancelamentos e adiamentos de procedimentos médicos na pandemia.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS