Economia

Fundo cearense Astor Carcará deve captar R$ 100 milhões até o fim do ano

Novo fundo multimercado lançado pela Astor Capital terá ativos como ações no Brasil e no exterior, renda fixa e renda variável

Alexandre Frota, sócio-diretor da Astor Capital (Foto: Divulgação)

Coluna Adriano Nogueira
adriano@ootimista.com.br

Um fundo multimercado composto por renda fixa, renda variável, ações e até criptomoeda, o Astor Carcará FIM, acaba de ser lançado pela Astor Capital. De acordo com o sócio-diretor Alexandre Frota, a principal vantagem é que os investidores, mesmo investindo uma quantia relativamente baixa (a partir de R$ 25 mil), terão acesso “a estratégias de alocação similares às que utilizamos na gestão dos investimentos dos maiores clientes que atendemos”, resume.

De acordo com Frota, o novo fundo é indicado para quem busca alocar recursos em um único ativo composto por uma carteira completa e diversificada. “Ele é um fundo multimercado, para investidor qualificado, que tem a ideia de ser uma carteira de investimentos completa. Então através desse único ativo, os recursos serão alocados em renda fixa, em renda variável, incluindo ações, e outros fundos multimercados, tem até uma pitadinha de criptomoedas. Além disso, todos esses segmentos são representados por ativos nacionais e internacionais, entre eles, ativos dos Estados Unidos, europeus e na bolsa chinesa, tudo através de um único produto”, conclui.

A expectativa com o Astor Carcará, que por enquanto está disponível apenas para clientes da corretora, é captar R$ 100 milhões até o fim do ano. “Ele já começou com R$ 15 milhões, a gente espera chegar a R$ 50 milhões agora, até o meio do ano, e até o final do ano, passar de R$ 100 milhões”, afirma o empresário

Ganhos entre 8% e 10%
Os rendimentos líquidos da Astor Carcará devem girar entre 8% e 10% ao ano, de acordo com Alexandre Frota. “É primordial ter um ganho real sobre a inflação. Se a inflação é cinco, a gente tem que ganhar mais do que cinco para ter um ganho real e o dinheiro não ser corroído pelo tempo. Mas, no geral, o que a gente busca seria um retorno entre 8% e 10% ao ano. É uma boa meta, já que é uma carteira completa e moderada. Ela não é uma carteira só de ações, tem renda fixa também. Então, para se ter uma ideia, a volatilidade da carteira gira em torno de 4%, é uma volatilidade  moderada quando comparada à bolsa, que é algo em torno de 20%”.

R$ 750 milhões

Atualmente, a Astor Capital gere uma carteira de aproximadamente R$ 750 milhões e deve lançar, em breve, outro fundo de investimentos. Este fundo será exclusivamente imobiliário e deve acrescentar mais R$ 200 milhões ao portfólio da Astor quando lançado. Somando com o Carcará, a gestora espera superar em breve a marca de R$ 1 bilhão.

Projeções de mercado
Alexandre Frota afirmou que, mesmo com os indicativos de que a pandemia de covid-19 não dará trégua a curto prazo, haverá recuperação econômica até o final deste ano. “Tudo indica que a gente está no ano da recuperação econômica. Agora, por exemplo, o fundo, na parte de ações, está alocado 50% no Brasil e 50% no exterior, em vários continentes, em vários tipos de ações”.

Alceu Vezozzo Filho, presidente da rede Bourbon (Foto: Divulgação)

Hotéis Bourbon estreiam no Nordeste a partir de Fortaleza
A rede Bourbon seu primeiro hotel no Nordeste e o 25º da marca. O Bourbon Fortaleza Hotel, onde funcionou o antigo Quality, tem 166 apartamentos, restaurante, piscina e sala de ginástica com vista panorâmica no rooftop e três salas de eventos. “Seguindo seu planejamento estratégico, a rede agora chega ao Nordeste, na cidade de Fortaleza e mais duas unidades que vamos inaugurar até o fim do ano. Estamos preparados para receber os turistas, que pouco a pouco voltam para seus destinos, com a retomada de alguns voos pelas companhias aéreas e também pelo fato de até o segundo semestre termos já uma boa parcela da população vacinada”, afirma o presidente da rede, Alceu Vezozzo Filho.

J. Simões firma parceria com a Nomah para gestão do J. Smart (Foto: Tapis Rouge)

J. Simões apresenta nova modalidade de investimento
A plataforma de aluguel imobiliário Nomah e a J. Simões Engenharia vão apresentar hoje uma nova operação de locação por temporada para os proprietários de unidades com a marca J. Smart, de imóveis compactos e tecnológicos. De acordo com a construtora controlada por José Simões e Daniel Otoch Simões, trata-se de “uma nova forma de investir em imóveis, com alta rentabilidade, baixo risco e zero stress”. O evento será transmitido a partir das 19h, no canal youtube.com/JSmart.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS