Economia

Fintechs de impacto social apostam em recuperação de crédito e expandem no NE

Durante a pandemia tem crescido o número de empresas de impacto social, com objetivo de melhorar o cenário no entorno de onde se encontram. Entre as empresas estão as fintechs que dão aporte financeiro a quem precisa resgatar crédito na praça. A Akredito é uma delas. Capitaneada pelos irmãos Pedro e Mariana Boot, eles decidiram, em 2018, possibilitar a inserção no mercado a quem tem o chamado “nome sujo” na praça.
A startup consolida, negocia e paga à vista dívidas de até R$ 10 mil de pessoas que estão com o nome negativado. Segundo os empresários, em pouco mais de três anos no mercado, a empresa já negociou mais de R$ 600 mil para cerca de 200 famílias em todo o Brasil.
Em fase de escalada, além de expandir sua atuação no Nordeste, a startup que nasceu no Rio de Janeiro e opera 100% online, também busca investidores na Região e aposta num posicionamento mais assertivo, já que os clientes do Nordeste são os mais adimplentes com a empresa.

Kuat convida a saborear a diversidade

Kuat lançou ontem (7) a campanha “Curta seu sabor, viva seu lugar”, que irá homenagear a diversidade das regiões brasileiras. Criada pela Gana, a campanha usa elementos regionais como festas, costumes e pratos típicos. A marca apresentou também versões temáticas de sua embalagem, que foram criadas junto com consumidores e homenageando os estados do nordeste. As artes são assinadas pela designer e ilustradora Bel Andrade Lima.

Dando o exemplo
No mês em que se celebra o Meio Ambiente, o Sindquímica-CE dá o exemplo de cuidado. Um deles vem do Cariri. É o projeto Eco Juá, realizado, desde 2016, pelo associado ao sindicato Sabão Juá. A iniciativa visa recolher o óleo de frituras para reutilização na produção de sabões em barra pertencentes ao Grupo Juá. Outro é o Pólo Químico de Guaiúba, projeto do Sindquímica-CE, concebido seguindo o conceito ESG. Entre as ações estão a implantação de energias renováveis e reutilização da água pluvial.

Novos mercados
A Campo Ouro Verde passou a fornecer hortaliças para seis lojas da Rede Vanguarda, no Piauí.
A Campo possui ainda uma tecnologia com a utilização de nebulizadores, que transforma a água em micropartículas, criando um microclima de ar saturado de umidade em volta dos produtos exibidos, evitando a desidratação.

Cuidando da visão
As clínicas que atuam com a venda de lentes de contato têm observado um aumento significativo de vendas desses produtos durante a pandemia. Segundo o empresário Márcio Canamary, houve um aumento de 100% nas vendas de lentes, em especial, na modalidade de venda on-line com entrega em todo o Brasil.

Fortalecer a moda cearense

A Câmara Setorial da Moda esteve reunida no último dia 31 durante a 4ª reunião virtual do ano com representantes de entidades ligadas ao setor no Estado. O objetivo do encontro foi debater ideias para desenvolver toda a cadeia produtiva. Entre os pontos de discussão foi debatida a atuação do Projeto 100% Ceará, ação em parceria com o Governo do Ceará e Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), que planeja ainda este ano capacitar profissionais, desenvolver parques tecnológicos, promover políticas públicas de incentivo e facilitar o acesso ao crédito para empreendedores, além de divulgar o projeto ao maior número possível de municípios.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS