Economia

Energia usada para produção de hidrogênio verde no Brasil deverá ser certificada

Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) planeja criar uma certificação para assegurar a origem da eletricidade usada para produção de hidrogênio verde no País

O hidrogênio, que pode ser utilizado para processos industriais ou mesmo abastecer veículos, é produzido a partir da água e de um processo chamado de eletrólise, que consome eletricidade (Foto: Divulgação)

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) planeja criar uma certificação para assegurar a origem da eletricidade usada para produção de hidrogênio verde no Brasil. A nova tecnologia promete se tornar, em poucos anos, uma alternativa de combustível limpo, possibilitando uma redução nas emissões de carbono no mundo.

O hidrogênio, que pode ser utilizado para processos industriais ou mesmo abastecer veículos, é produzido a partir da água e de um processo chamado de eletrólise, que consome eletricidade. Para ser considerado verde, esse procedimento precisa usar insumos originados de fontes limpas, como eólicas e solares. A CCEE quer atuar para atestar de quais usinas vem, de fato, esse fornecimento.

“O hidrogênio verde abre espaço para a criação de novos mercados no Brasil, ampliando a posição do país como protagonista neste momento de transição energética. Faremos todo o esforço necessário para garantir que esse novo segmento cumpra seu propósito ambiental”, afirma Rui Altieri, presidente do Conselho de Administração da CCEE.

Avaliação

Por ter uma visão sistêmica do setor elétrico, a CCEE poderá avaliar os atributos mais diversos em seu processo para assegurar a origem dessa energia, permitindo inclusive que os compradores tenham a opção de selecionar o insumo certificado com menor custo para a produção do hidrogênio e ampliando, assim, a competitividade do Brasil frente aos concorrentes globais.

O interesse está ancorado na expertise da organização em atestar o uso de energia limpa no país. Um exemplo é a parceria da entidade com o Selo Energia Verde, primeira certificação focada na energia produzida a partir do bagaço da cana, concedida em parceria com a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) e Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel).

Em outra frente, a CCEE atua no programa REC Brazil, para rastrear fontes e os atributos ambientais, iniciativa coordenada pelo Instituto Totum, com apoio da Abraceel, da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), Associação Brasileira de Energia Limpa (Abragel) e Associação Brasileira de Biogás e de Biometano (Abiogás).

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS