Economia

Concessões devem dobrar ferrovias no país em 15 anos, diz ministro

Com novo tipo de concessão, previsão de pedidos passou de oito para 35 / Antônio Bacelar/Portal da Indústria

O governo passou a adotar um novo modelo de concessão mais rápido e menos burocrático. Trata-se da autorização, instrumento já previsto na legislação brasileira, porém pouco utilizado.

Esse modelo está sendo usado agora para dar um salto no modal ferroviário, como explica o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Segundo o ministro, a previsão inicial era de 8 pedidos para o novo tipo de concessão. Mas, para surpresa do ministério, já são 35 pedidos de autorização, o que deve representar cerca de 9 mil quilômetros de ferrovias e R$ 120 bilhões de investimentos.

“É um impulso ferroviário sem precedentes na nossa história”, disse Freitas. A expectativa é de que as ferrovias, que representam 20% dos modais brasileiros, dobrem sua presença em 15 anos, passando para 40% em 15 anos. “A gente deve reduzir o custo Brasil na ordem de 30%.”

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS