Economia

Compras pelo delivery quadruplicam no Mercadinhos São Luiz entre fevereiro e abril

Cada vez mais presente nos canais de venda digitais, a rede Mercadinhos São Luiz tem registrado crescimento contínuo nos pedidos feitos pelo delivery – executado por meio de uma parceria com o aplicativo Rappi – nos últimos meses. Como esperado, os números mais expressivos foram na segunda quinzena de março, devido ao decreto de isolamento social instituído no dia 17 e chegou a 75% em março. Em abril, a venda foi quatro vezes maior em relação ao mês de fevereiro, de acordo com a diretora de Marketing e Inovação do São Luiz, Joana Ramalho. A expectativa para o mês de maio é de novo crescimento, tanto em quantidade de pedidos, quanto no valor do ticket médio, uma vez que o comportamento do consumidor neste momento é de adquirir carrinhos com mais itens, avalia a empresária.

“Nós já tínhamos a parceria com o Rappi, pois já havia a demanda por parte de alguns clientes, mas agora, por conta do contexto que estamos vivendo, esta opção se tornou a prioridade para grande parte deles”. Lançado há cerca de um ano, o app São Luiz, disponível na Apple Store e Google Play, tem recebido melhorias constantes, completa Joana. Ainda de acordo com ela, a empresa terá novidades relacionadas ao delivery em aproximadamente três meses, quando deve ser lançada a loja virtual do São Luiz, aproximando a experiência de compra no app da experiência na loja física.

Ceará tem a menor taxa de desocupação do Nordeste
A pesquisa PNAD Contínua Trimestral, do IBGE, demonstrou que apesar do crescente número de pessoas sem ocupação, o Ceará tem a melhor média do Nordeste, com uma variação de dois pontos percentuais entre o último trimestre de 2019 e o primeiro de 2020. Até o final de março, o Estado tinha 496 mil pessoas sem emprego formal, ou 12,1% de taxa de desocupação; ante 423 mil e 10,1% do trimestre anterior. O pior resultado da região foi na Bahia: 18,7%.

AJE doa uma tonelada de alimentos
Uma tonelada de alimentos não perecíveis, 320 litros de leite e mil máscaras laváveis foram doadas pela Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza (AJE), em parceria com a Fajece (federação do setor no estado), por meio da campanha ‘’Juntos contra a covid-19’’. As entidades beneficiadas com alimentos foram a Casa do Idoso Vovô Ingraça, projeto Amor + Ação e Legião da Boa Vontade. As máscaras foram doadas para o Hospital Infantil Filantrópico-Sopai. ‘’Só no projeto Amor + Ação foram alcançadas cerca de 86 famílias com cestas básicas e a Casa do Idoso Vovo Ingraça ficou abastecida com leite por um mês. Estamos muito felizes em poder ajudar a quem precisa nesse período’’, ressalta Valdemir Alves, coordenador-geral da AJE Fortaleza.

Excluídas
O Fundo Soberano da Noruega, tido como o maior do mundo, retirou do seu portfólio de investimentos as ações da mineradora Vale e Eletrobras. Só no Brasil, o fundo norueguês tem aplicado US$ 9,6 bilhões, sendo US$ 7,6 em ações de 136 empresas e mais US$ 2 bilhões em renda fixa, segundo a consultoria de investimentos Capital Research.

As causas
A exclusão das empresas brasileiras da carteira norueguesa deve-se à “contribuição a riscos inaceitáveis”, segundo comunicado do comitê de ética do fundo. O documento cita as tragédias de Mariana e Brumadinho no caso da Vale e o deslocamento de 20 mil pessoas e desestruturação social de grupos indígenas para a Eletrobrás.

ibyte conectando pessoas durante a pandemia
As unidades da rede pública de saúde do Ceará que recebem pessoas com covid-19 estão recebendo tablets para que tanto pacientes quanto profissioanis de saúde possam se comunicar com seus familiares. “Essa ação reflete um dos objetivos da ibyte, que é o de facilitar o acesso à comunicação. Queremos tornar esse momento menos doloroso para quem já passa por dias tão difíceis por conta da pandemia”, reforça o vice-presidente administrativo financeiro da ibyte, Francisco Marinho.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS