Economia

Após investir R$ 15 mi, SL Alimentos vai lançar nova linha de produtos em novembro

“Estamos presentes de Alagoas até o Amazonas e em quase 90% das redes de supermercado e atacarejo”, afirma o empresário Alexandre Sales

Coluna Adriano Nogueira
adriano@ootimista.com.br

Além de planejar as próximas etapas do seu bem sucedido projeto experimental de cultivo de trigo irrigado na Chapada do Apodi, em parceria com a Agrícola Famosa, o empresário Alexandre Sales está também finalizando os detalhes dos lançamentos que a SL Alimentos fará em novembro. “Em novembro vamos dar uma movimentada interessante no mercado. Serão novas marcas, novos produtos e novas categorias”, afirma o presidente da indústria, dona das farinhas de trigo Puríssima e Qualimax e da Granja Santa Lúcia.

De acordo com Sales, as novas linhas de produtos serão para o consumidor final e demandaram investimentos de R$ 15 milhões. O valor foi aplicado tanto em desenvolvimento de produtos, quanto na abertura de uma nova unidade na linha de produção. Com a nova unidade, a capacidade de produção da SL Alimentos vai quase dobrar, passando das atuais três mil toneladas/mês para perto de seis mil.

“Estamos presentes de Alagoas até o Amazonas e em quase 90% das redes de supermercados e atacarejos, temos uma aceitação muito boa das nossas linhas. E também trabalhamos com restaurantes, cozinhas industriais e as linhas de food service, como padarias”, resume.

Laboratório mais lembrado
O Emilio Ribas Medicina Diagnóstica ficou em primeiro lugar como “A Marca Mais Lembrada pelos Cearenses” na categoria Laboratório de Análise Clínica em pesquisa feita pelo Anuário Datafolha Top Of Mind 2020. O levantamento ocorreu entre os dias 1 a 6 de junho de 2020 por telefone e teve cerca de 505 participantes. Fundado em julho de 1979 pela média Zélia Petrola, o laboratório possui 16 unidades de atendimento em Fortaleza. “Atribuímos o nosso bom resultado à excelência técnica, investimento em tecnologia de ponta e atendimento centrado no cliente. Além disso, nossos profissionais participam de contínuo aperfeiçoamento”, avalia a médica Rachel Petrola, diretora da rede.

Alta na carteira de crédito
O Banco Central vai divulgar hoje o saldo consolidado do crédito em agosto. Segundo o estudo Pesquisa Especial de Crédito, feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) com os maiores bancos do país, deve haver uma alta 1,5% entre julho e agosto e de 11,6% nos últimos 12 meses. Se o prognóstico se confirmar, esta será a maior elevação no saldo total da carteira de crédito desde novembro de 2014. Naquele mês, o saldo teve alta de 11,7%. Em julho, a alta nos últimos 12 meses havia sido de 11,3%.

Retomada
“As estimativas, se confirmadas, mostrarão uma retomada mais consistente da atividade econômica e do consumo. Também reforçam mais uma vez o papel que o sistema financeiro tem desempenhado durante a crise da covid-19, sempre buscando mitigar os impactos negativos da pandemia”, afirma o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

R$ 3,72 tri
Ainda de acordo com a estimativa da Febraban, em valores, o estoque de crédito no Brasil pode ter atingido em agosto a maior proporção em relação ao Produto Interno Bruto dos últimos quatro anos. Em valores, o estoque deve subir para R$ 3,72 trilhões, equivalente a quase 52% do PIB. O último registro de proporção semelhante é do primeiro semestre de 2016.

BNB ultrapassa barreira dos R$ 2 bi em operações do FNE
Somando mais de 85,3 mil operações, o Banco do Nordeste ultrapassou na última semana a barreira dos R$ 2 bilhões em investimentos feitos pelo BNB com recursos do FNE Emergencial. Essa linha de crédito é voltada exclusivamente para empreendedores individuais (MEIs) e atualmente está efetuando operações com juros de 2,5% ao ano e carência até 31 de dezembro de 2020, com prazo de adesão até 30 de setembro de 2020.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS