Covid-19

Fortaleza ultrapassa marca de 10 mil fiscalizações de prevenção à covid-19 em 2021

Apenas 5,3% das fiscalizações resultaram em autos de infração. Nesta semana, considerando o período entre segunda e quarta, foram realizadas 527 fiscalizações e 29 autuações

Redação O Otimista 

redacao@ootimista.com.br

(Foto: Marcos Moura/Prefeitura de Fortaleza)

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) realizou, de janeiro a 9 de junho deste ano, mais de 10 mil fiscalizações no protocolo de prevenção à covid-19. O órgão monitora e atua continuamente realizando ações educativas e verificando o cumprimento das medidas sanitárias estabelecidas pelos decretos municipal e estadual. Balanço foi divulgado nesta sexta-feira, 11, durante transmissão ao vivo nas redes sociais da Prefeitura de Fortaleza.

Desse total, apenas 5,3% das fiscalizações resultaram em autos de infração. Durante as ações, os fiscais realizam ações educativas no intuito de conscientizar a população sobre a importância do uso de máscaras de proteção, do cumprimento do distanciamento social, além de orientar sobre a importância da higienização das mãos com álcool em gel em 70%.

Balanço semanal

Nesta semana, de segunda, 7, a quarta-feira, 9, foram realizadas 527 fiscalizações e 29 autuações. Nas ações de combate a aglomerações, a Agefis realizou o encerramento de 41 atividades ou eventos irregulares e cinco interdições em estabelecimentos que descumpriam as medidas.

Se atentar aos horários de funcionamento do comércio, segundo o superintendente adjunto da Agefis, Neuvanir Vasconcelos, é fundamental para evitar autuações e, principalmente, contágios pela covid-19. O diretor da Guarda Municipal de Fortaleza, inspetor Távora, também destacou a importância da colaboração da população. “Denunciem os estabelecimentos irregulares para que possamos fazer um trabalho de fiscalização efetivo. Contamos muito com a participação de todos e com a efetividade dos canais de comunicação estabelecidos”, reforçou.

A ação fiscalizatória ocorre por meio de denúncias e de busca ativa nos estabelecimentos comerciais e logradouros públicos, sempre atenta aos dados epidemiológicos das Secretarias de Saúde e da Vigilância Sanitária. As operações contam com a participação da Inspetoria de Proteção Ambiental (Ipam), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMFor), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA).

Denúncias
Denúncias de irregularidades podem ser feitas por meio do aplicativo Fiscalize Fortaleza (disponível para Android e iOS), do site https://denuncia.agefis.fortaleza.ce.gov.br e dos telefones 156 e 190.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS