Covid-19

Após abertura de processo por Nise Yamaguchi, senador Omar Aziz nega misoginia e diz que médica mentiu na CPI

Aziz afirmou, em entrevista à CNN, que a CPI irá requerer prontuários dos hospitais onde Nise trabalha para ter acesso às formas de tratamento adotadas pela médica oncologista

Redação O Otimista

redacao@ootimista.com.br

Senador Omar Aziz, presidente da CPI da Covid (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado).

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), declarou neste domingo, 20, que está “tranquilo” em relação ao processo movido contra ele pela médica oncologista Nise Yamaguchi.

A médica, apontada como uma das conselheiras do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu processar o parlamentar e o senador Otto Alencar (PSD-BA), também membro da comissão, por danos morais. Ela pede ao menos R$ 320 mil em indenização. Nise alega que os senadores em questão a humilharam e foram misóginos durante seu depoimento à CPI, realizado no dia 1º de junho.

Segundo o parlamentar, em entrevista à CNN, todas as pessoas que são ouvidas na comissão são tratadas por ele da mesma forma. “Estou tranquilo. Sou presidente de uma CPI. Meu comportamento é igual com todos, não há diferença”, disse.

Investigação segue

Na mesma entrevista, Aziz declarou que a médica mentiu durante depoimento aos membros da comissão e que passou da condição de testemunha para investigada. “Ela nos disse que foi a Brasília três vezes e a CPI detectou que ela foi 13 vezes, das quais oito ela pagou com dinheiro vivo. Ela tem muito mais a explicar do que eu”, argumentou.

O parlamentar afirmou também que a CPI fará requerimentos aos hospitais em que médica oncologista trabalha O objetivo é ter acessos aos prontuários médicos de todos os pacientes que ela atendeu. “Acho bom ela não se preocupar comigo e com o senador Otto. E sim com os pacientes que ela atendeu e que morreram. Vamos requisitar dos hospitais que ela trabalha as prescrições que ela fez”, completou.

 

Uma resposta para “Após abertura de processo por Nise Yamaguchi, senador Omar Aziz nega misoginia e diz que médica mentiu na CPI”

  1. Esse Asno que preside a CPI é o supra sumo do atraso, da Estupidez, uma máquina de vomitar Ofensas. Não respeita nem os Senadores que dele discordam.
    Aziz atesta o dizer que A IGNORÂNCIA É ATREVIDA.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS