Covid-19

Anticorpos podem se fortalecer após seis meses de infecção pela Covid-19, aponta estudo

Foram seis meses de acompanhamento de 87 pessoas, com idades entre 18 e 76 anos que já tiveram a covid-19

As células B realizam também o papel de proteger os indivíduos contra reinfecções. (Foto: Arquivo/O Otimista)

Redação O Otimista
redacao@ootimista.com.br

Um estudo publicado pela revista Nature nesta segunda-feira (18), aponta que os anticorpos desenvolvidos por infecção ao SARS-Cov-2 (coronavírus) podem ser tornar mais fortes depois de seis meses.

A pesquisa foi realizada através da análise da evolução de imunidade dos anticorpos do vírus. Cientistas da Universidade Rockefeller, de Nova York (EUA) foram os responsáveis por coordenar o estudo.

Foram seis meses de acompanhamento de 87 pessoas, com idades entre 18 e 76 anos que já tiveram a covid-19. De acordo com as análises, as células B são as responsáveis por essa resposta mais robusta, pois elas detectam o vírus e criam os anticorpos. Segundo a pesquisa, essa resposta imune estaria mais resistente às mutações do coronavírus, que representa uma evolução imune contínua.

Mesmo que ocorra a diminuição de anticorpos com o passar do tempo, as células B permaneceriam fortes contra o vírus e mutações dele, aponta o estudo. E com uma crescente imunidade, as pessoas poderiam desenvolver uma reação mais rápida e eficaz contra a doença.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS