Covid-19

Agefis realiza fiscalizações e interdita sete estabelecimentos em Fortaleza durante fim de semana

Redação O Otimista 

redacao@ootimista.com.br

Fiscalizações visam impedir aglomerações, conforme proíbe decreto do Governo do Estado

Neste fim de semana, de 19 a 21 de fevereiro, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) realizou 44 ações fiscalizatórias para coibir aglomerações, irregularidades e desobediências às regras estabelecidas para tentar conter a disseminação da covid-19. De acordo com balanço divulgado nesta segunda-feira (22), as ações de fiscalização resultaram em sete interdições. 

Durante o período, foram visitados, além de estabelecimentos comerciais, logradouros públicos. Os fatores observados incluem o cumprimento do horário de funcionamento permitido, o obediência ao distanciamento social, além do uso obrigatório de máscaras e álcool gel. Além das interdições, transgressões verificadas desencadearam a emissão de 16 documentos fiscais, incluindo 13 autuações e três notificações.

De acordo com a superintendente da Agefis, Laura Jucá, os indicadores apresentados no último balanço indicam um movimento de maior aceitação das medidas restritivas por parte da população. “Felizmente, a população vem cooperando e está mais sensível aos decretos, respeitando o toque de recolher das 22h às 5h e não utilizando espaços públicos depois das 17h. De nada adiantam os esforços dos fiscais e dos guardas municipais se a população não for nossa parceira”, declarou em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Barreiras sanitárias

Ainda durante a transmissão, o secretário da Segurança Cidadã de Fortaleza (Sesec), coronel Eduardo Holanda, informou que, até o momento, mais de seis mil abordagens foram realizadas nas barreiras sanitárias implantadas nas entradas e saídas da Capital. A percepção do gestor também indica que está havendo uma maior sensibilização da população à adesão das medidas. “A gente está percebendo que a população está compreendendo a gravidade do momento. Nosso único objetivo é barrar a proliferação do vírus e garantir a saúde da nossa população”, concluiu.

Combate à poluição sonora

Nas ações de combate à poluição sonora, agentes da Agefis apreenderam sete paredões de som nos bairros Jóquei Clube, Vila Peri, Barra do Ceará e Joaquim Távora. De acordo com a lei federal nº 9.756/11, é vedado o funcionamento de equipamentos similares em vias, praças, praias e demais logradouros públicos. Em caso de descumprimento, o infrator tem o paredão de som apreendido e recebe multa a partir de R$ 1.404.

mais

Denúncias

A população pode denunciar o descumprimento de medidas por meio do aplicativo Fiscalize Fortaleza (disponível para Android e IOS), do site denuncia.agefis.fortaleza.ce.gov.br e do telefone 156. Denúncias relacionadas a aglomerações também podem ser comunicadas ao 190.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS