Colunista

Receita bruta da Pague Menos soma R$ 2,21 bilhões e cresce 8,6% no segundo trimestre

A companhia cearense teve lucro líquido de R$ 56,7 milhões de abril a junho deste ano, cifra 20% inferior ao reportado no segundo trimestre do ano passado

Mário Queirós, CEO da Pague Menos (Foto: Divulgação)

Coluna Adriano Nogueira
adriano@ootimista.com.br

A rede de farmácias Pague Menos registrou receita bruta de R$ 2,21 bilhões no segundo trimestre deste ano, crescimento de 8,6% em relação a igual período de 2021. “Observamos ao longo do trimestre uma tendência ascendente em vendas”, diz a empresa em balanço divulgado na segunda-feira (1º).

A companhia cearense, que nesta semana concluiu a compra da Extrafarma, teve lucro líquido de R$ 56,7 milhões de abril a junho deste ano, cifra 20% inferior ao reportado no segundo trimestre do ano passado.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 210,5 milhões no segundo trimestre de 2022, crescimento de 9,5% ante igual período de 2021.

No balanço, a empresa informou também que encerrou o mês de junho com 1.193 lojas, com a abertura de 28 unidades e quatro fechamentos no trimestre.

“Nos últimos 12 meses, acumulamos 111 aberturas brutas, das quais 75% foram nas regiões Norte e Nordeste e 92% posicionadas em microrregiões com predominância da classe média expandida (classes B2, C e D)”, afirmou a companhia.

Ações da Moura Dubeux

O Santander iniciou a cobertura de Moura Dubeux com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 9,50 por ação ordinária ao fim de 2023, destacando a exposição da empresa a regiões de baixa competitividade e seu domínio no mercado imobiliário no Nordeste. Além de uma perspectiva de rentabilidade melhor e um balanço patrimonial consistente, no qual o banco prevê uma relação dívida líquida/capital próprio de 3% para este ano, comentam os analistas Antônio Castrucci Fanny Oreng e Matheus Meloni.

Liderança

A equipe do Santander diz que a Moura Dubeux tem liderança de mercado atrativa e capacidade para lançar um portfólio de projetos residenciais com Valor Geral de Vendas (VGV) de até R$ 2,5 bilhões por ano. Afirma ainda que o negócio da Moura Dubeux é diferenciado entre as construtoras de média e alta renda, operando com dois modelos de negócio.

Modelos

O primeiro, com modelo de negócio tradicional de desenvolvimento, que entrega margens brutas de 30%, e o segundo, modelo de condomínio, estruturado como negócios e contribui com margens de 60%. “Notamos que o modelo de condomínio é mais resiliente durante crises econômicas”, destaca o Santander.

Arthur Frota, CEO da Tallos (Foto: Divulgação)

RD Station compra startup cearense Tallus por R$ 6,7 milhões

A Tallos, startup cearense de tecnologia e uma das maiores empresas de atendimento digital do Brasil, foi comprada pela RD Station, maior startup de marketing e vendas do Brasil e líder no desenvolvimento de software (SaaS) voltado para o crescimento de médias e pequenas empresas. A negociação envolve 100% do capital social da Tallos pelo valor de R$ 6,7 milhões, tendo sido pago à vista mediante acordos estabelecidos na aquisição. O contrato prevê pagamento de preço de compra complementar, sujeito ao atingimento de metas relativas aos dois anos seguintes e ao cumprimento de outras condições. A Tallos foi fundada em 2017, em Maracanaú. A RD Station pertence à Totvs.

Alvoar Lácteos patrocina evento do agronegócio no Ceará (Foto: Divulgação)

Alvoar Lácteos patrocina evento do agronegócio no Ceará

A Alvoar Lácteos patrocina a XXVI Exposição Agropecuária de Morada Nova – Exponova 2022, realizada até sábado (6) no Parque de Exposições Valdemar de Menezes Girão, no município cearense de Morada Nova. A empresa também leva ao evento um stand para exposição da marca Betânia, com degustação de produtos, e dos projetos realizados pelo Instituto Luiz Girão. Um dos mais tradicionais do Estado, o evento tem ampla programação voltada ao agronegócio do Ceará.

Deixe uma resposta

Compartilhe

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS